Toda viagem começa com um belo nascer do sol, assim foi o começo das minhas aventuras na grande Vitória/ES. Certo dia, acordei às 5 h e 30 min e decidi que iria fotografar o nascer do sol na beira mar, em frente ao lugar onde estava hospedado, um lugar fantástico, chamado de Jardim Camburi. Já admirei muito o nascer do sol em diversos lugares na região sul do Brasil, pois o nascer e o por do sol é algo que me fascina e inspira.  Não pode ser diferente  quando se viaja, mesmo sem pensar procuramos fazer e curtir o que mais nos inspira nos lugares que viajamos.

Ao chegar a beira mar, o sol estava apenas surgindo no horizonte, com uma coloração bastante intensa de tons vermelhos, magentas, laranjas e amarelos. Embora as pessoas digam que todo o nascer do sol é igual, afirmo que isso não é verdade. Para demonstrar e comprovar minha afirmação, a seguir, mostro algumas das fotos que tirei dessa incrível manhã na cidade de Vitória/ES.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal
Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Com essa dose de inspiração logo pela manhã, passei no lugar onde estava hospedado, peguei minha mochila e saí para caminhar na orla de Vitória, a ideia era  sair de Jardim Camburi e ir até a ponte que liga Vitória a Vila Velha/ES. Viajar à pé, por menor que seja o percurso, sempre é uma boa ideia, pois além de poder ir a qualquer lugar, a interação com as pessoas locais e a imersão na cultura, fazem as viagens serem realmente incríveis.

Quando estamos caminhando em uma cidade tropical, precisamos nos manter hidratados e se possível, dar pequenas paradas sob as sombras das árvores. Tudo isso faz a nossa visão de viagem mais tranquila, uma coisa que aprendi, que não adianta nada correr para um lado à outro da cidade e conhecer o máximo de lugares possíveis, o que vai fazer a viagem ser maravilhosa é a maneira de aproveitar cada momento.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Seguindo pelo calçadão, observei que existem um grande número de esportistas dos mais variados estilos, caminhantes, corredores, ciclistas, esqueitistas e muitos outros, isso me dá a certeza que as pessoas que lá estavam sabem aproveitar a vida, e que não adianta nada trabalharmos ‘que nem cavalos’ sem parar, de vez em quando, em baixo de uma árvore, para admirar a beleza da nossa cidade e curtir os momentos que realmente vão fazer a diferença em nossas vidas.

Prosseguindo a caminhada, cheguei ao pier de Iemanjá, um ponto turístico de imensa beleza, pois do local, partem os passeios de barca pela baía de Vitória. De lá, você avista toda a praia de Camburi, uma vista privilegiada. Junto à estátua de Iemanjá dezenas de pescadores passam horas pescando, Esse, com certeza é um lugar maravilhoso para se visitar.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal
Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Mais à frente, outra grande atração que podemos encontrar é o Iate Clube do Espirito Santo, exatamente na metade da minha caminhada pela cidade de Vitória. O local é conhecido como Praia do Canto e é possível avistar o centro da cidade, a ilha do Frade e ao fundo a ponte que divide as cidades de  Vitória e Vila Velha/ES. Avista-se dali, dois enormes morros, à esquerda o Morro Moreno e à direita, o Convento da Penha.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Por conta do sol o forte durante a caminhada, meus pés estavam suados, por isso, resolvi caminhar, com pés descalços, à beira do mar, permitindo-me manter maior contato com a natureza. E assim segui por toda a extensão da Praia do Canto. Andando pela areia olhava e admirava os barcos e as lanchas passarem por ali. Caminhar pela areia nos dá uma sensação tão boa de liberdade, que só quem caminha por ela sabe definir.

Entre o Iate Clube e a Ilha do Frade, têm também, a famosa Praça dos Namorados e a Praça Dr. Carlito L. Von Shilgen.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Mais adiante, na entrada da Ilha do Boi, existe uma rocha enorme, onde tive o imenso prazer de observar a cidade de Vitória em uma vista de 360°, umas das vistas mais lindas que já presenciei, o azul do mar contrastando com a beleza de uma cidade muito bem organizada.

Prosseguindo em frente, a última parada foi embaixo da Terceira Ponte, oficialmente conhecida como Ponte Deputado Darcy Castello de Mendonça, a qual liga as cidades de Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo. Foi a maior obra já realizada no estado e uma das maiores do Brasil, tornando-se um dos cartões-postais das duas cidades e do estado.

Vitória/ES - Brasil
Foto: Arquivo pessoal

Caminhar nessa maravilhosa cidade, me fez perceber que “a vida é muito curta para ficarmos parados em um só lugar” e que, se desejarmos conhecer algum lugar por completo, temos que deixar de lado a nossa zona de conforto e “cair de cabeça” na cultura e na variedade de atrações dos lugares que nos chamam a atenção. Não importa como você vai, o importante é continuar se movendo sempre!

1 Comment

  • Fabricio,

    Pensando em fazer uma viagem.

  • O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Previous reading
    Barraca Nepal II – Azteq
    Next reading
    Não viajo porque sou rico, viajo porque me programo