Mochila All Trail

Mochila All Trail 35L – Thule

Hoje venho apresentar a mochila All Trail 35L, estamos a cerca de 5 meses avaliando este modelo lançado pela marca Thule no Brasil, no segundo semestre de 2018.

O modelo de mochila All Trail foi desenvolvido para ser usado em todas as trilhas, sejam elas: trilhas leves, trekkings de vários dias e até mesmo uma mochila para ir para a faculdade ou trabalho.


Características e inovações

A mochila apresenta duas capacidades expressa em litros, sendo de 35 L e 45 L.

A versão feminina à duas cores disponíveis: Cinza/azul e roxo/cinza. Na versão masculina apresenta três cores: Azul, cinza/vermelho e Verde. veja as imagens abaixo:

Mochila All Trail

Fabricada em Dobby Poly 420 D e 330D Ripstop Poliester, esses tecidos garantem a All Trail 35 L robustez e leveza.

O costado é muito confortável, possui um pequeno duto de ventilação que aumenta a circulação de ar nas costas, as alças são anatômicas e totalmente reguláveis, garantindo maior mobilidade ao usuário.

Notamos que o costado, alças e barrigueira é uma evolução dos que são usados nos modelos Versant, tanto as alças como a barrigueira nesse modelo são bem mais acolchoadas, isso é sentido muito bem quando a mochila está totalmente carregada.

Mochila All Trail

Na parte da barrigueira as fivelas funcionam como roldanas, tornando-a fácil de regular. A barrigueira conta com um bolso com zíper em um lado e no outro conta com o sistema Versa-click, esta é uma tecnologia usada pela Thule que a deixa muito mais versátil e adaptável ao usuário. Essa tecnologias está presente nos modelos de mochila: Guidepost, Versant, Capstone e All Trail.

O VersaClick nada mais é que um sistema de engate de acessórios, onde o usuário pode escolher entre quatro modelos: Suporte para garrafa de água, estojo para câmeras fotográficas DSLR, estojo para câmeras fotográficas Mirorless e estojo para magnésio (muito usado por escaladores).

A mochila conta 4 fitas de compressão, sendo 2 em cada lado da mochila, possui também elos de fixação para prender piquetas de gelo/bastão de caminhada nas próprias fitas de compressão.

Mochila All Trail
Mochila All Trail

Conta com 1 bolso telado em cada lado, onde é possível acomodar garrafas de até 1 litro de água ou outros equipamentos.

Um diferencial importante que vale mencionar é a grande abertura frontal em “U”, a mochila não possui capuz como em outros modelos, assim essa abertura facilita muito a organização dos equipamentos no seu interior.

Além da grande abertura a mochila All Trail 35 L conta com mais dois bolsos externos, sendo um na parte frontal e outro na parte superior.

Na parte interna a mochila é dividida em 3 compartimentos, sendo um para o reservatório de água, outro para guardar os equipamentos no geral e o terceiro para acomodar itens que você precise que esteja sempre a mão, como por exemplo: anoraques, lanches e estojo de primeiros socorros. (este compartimento pode ser aberto pela parte frontal da mochila).

Mochila All Trail

Compartimentos

  1. Bolso superior (tamanho pequeno)
  2. Abertura frontal em “U” com zíper
  3. Fitas de Compressão
  4. Elos (looping) para mosquetões/telas
  5. Porta bastão de caminhada de fácil acesso na barrigueira “Versaclick”
  6. Elo (looping) para fixação do bastão de caminhada (trekking pole)
  7. Elo (looping) para fixação de piqueta de gelo (piolet)
  8. Compartimento da Capa de chuva (rain cover)
  9. Bolso para acesso rápido
  10. Porta garrafa de água (squeeze)
  11. Fita peitoral
  12. Regulagem de altura das alças
  13. Bolso com zíper na barrigueira
  14. Passador para a mangueira de hidratação

Especificações técnicas

CorMykonos
SexoMasculino
UsoCaminhada de um dia
Materiais420D Dobby Poly, 330D Ripstop Polyester
Volume35 L
Dimensões32 x 30 x 61 cm
Peso1.26 kg
Número do modelo3203537

Valor aproximado: R$ 1.059,00

Vídeo Thule All Trail 35L

Onde comprar

Este produto é encontrado nas principais lojas do país, caso você seja do Rio Grande do Sul você pode optar pela lojas especializadas em trekking como: Bota na TrilhaGuenoa.

Início dos testes

O teste da mochila começou em Setembro/2018, quando fomos convidados a participar do Thule Experience, um evento realizado pela marca anualmente. O evento aconteceu em um dos locais mais icônicos do montanhismo nacional, à Serra Fina, considerado por muitos uma das trilhas mais difíceis do país.

Mochila All Trail

A trilha que realizamos para testar as mochilas começava no Refúgio Serra Fina e chegava no alto do Capim Amarelo, um cume de 2.570 metros acima do nível do mar, sendo aproximadamente 18 quilômetros de trilhas entre ida e volta.

Mochila All Trail
Crédito: Cristian Stassun

De fato é um bom trajeto para realizar as primeiras impressões da mochila, demoramos um certo tempo para escrever a avaliação da mochila All Trail 35 L, pois queríamos realizar outros testes.

Depois de estrear a mochila na Serra Fina, era hora de avaliar o modelo nas trilhas do sul do Brasil, fiz inúmeras trilhas em leitos de rio, em mata fechada e explorei muitas cachoeiras ao longo desses 5 meses de testes.

Mochila All Trail
Mochila All Trail
Mochila All Trail
Mochila All Trail

Uma das sugestões que tenho de melhoria da mochila All Trail é sobre o porta bastão de caminhada na barrigueira, pois o tipo da presilha que acomoda os bastões não é muito rígida, dificultando o manuseio, tanto para acomodar, quanto para tirar os bastões é as vezes complicado.

Os bastões quando estão ali acomodados eles podem atrapalhar um pouco ao longo da trilha, em algumas travessias de trekking, quando estamos em pequenos grupos em uma fila indiana (um frente ao outro), os bastões ficam escorregando pela presilha, tanto para frente quanto para trás, isso atrapalha o usuário durante a caminhada.

Usei por muitas vezes o modelo em expedições fotográficas, sei que a mochila não foi concebida para esse tipo de aplicação, mas fazer o que, “quem não tem cão, caça com gato”.  Uso essa mochila para ir ao trabalho também, onde levo comigo sempre o notebook, fones de ouvido e algumas materiais de trabalho.

Mochila All Trail

Posso dizer que essa mochila pode ser adaptada para qualquer situação, ela é leve, robusta e estilosa para usar até mesmo no dia a dia.

Se você gostou da nossa avaliação completa, deixe um comentário logo abaixo, veja também mais avaliações de produtos aqui em nosso site. Acesse!

Estância Pé da Serra

Apresento a vocês um dos lugares mais belos do Sul do Brasil, localizado ao Pé da Serra do Rio do Rastro, essa que é uma das mais lindas estradas do mundo.

A Estância Pé da Serra está localizada na cidade de Lauro Miller/SC, conta com uma ampla infraestrutura para atender os mais diversos públicos, desde atividade com escolas, escoteiros, viajantes, aventureiros, montanhistas e claro com a família toda.

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

Estrutura:

O local possui diversos tipos de acomodações, dentre eles estão, camping estruturado e casas rusticas feitas de madeira nobre que acomodam inúmeras pessoas.

A estância conta ainda com banheiros masculino e feminino divididos, chuveiros quentes, cozinha completa e geladeira em todas as acomodações.

Esportes e Lazer:

Na estância Pé da Serra a inúmeras opções de lazer, podendo o turista fazer diversas trilhas em meio a mata atlântica, uma delas leva à uma cachoeira escondida de aproximadamente 100 metros de altura, as trilhas são bem marcadas, caso você não se sinta seguro de percorre-las sozinho, a funcionários que podem lhe acompanhar.

No lugar também é possível fazer turismo rural, passeios de quadriciclo e pesca esportiva.

Para quem gosta de andar de bike, o local é perfeito para aventurar-se pelas estradas coloniais sempre com vista das cristas e montanhas da Serra Geral.

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

Estância Pé da Serra
Crédito: Luís H. Fritsch

O que mais chama a atenção na estância Pé da Serra é o visual que se tem principalmente no amanhecer e fins de tarde, a fazenda está a cerca de 750 metros de altitude, de onde é possível ver grande parte da Serra Geral e a famosa Serra do Rio do Rastro.

Se você é uma pessoa que procura um bom lugar para passar os fins de semana, recomendamos conhecer e se encantar com a estância Pé da Serra!

Informações de contato:

Para mais informações você confere no site Estância Pé da Serra, converse com o proprietário Mercilo João Rigor.- pelo contato via e-mail: contato@estanciapedaserra.com.

Telefone: (48) 9-9166-9223

Fotografia outdoor

Hoje começo uma nova sessão de postagens, mostrando algumas imagens de fotografia outdoor que registrei com o passar dos anos, juntamente com algumas dicas importantes que me ajudaram nesse processo de aprendizagem neste ramo da fotografia.

Para você que está começando no mundo da fotografia outdoor, vou mostrar algumas dicas importantes, para ajudar você a melhorar o seu olhar fotográfico, não importando o seu estilo fotográfico, mas sim o processo de captação de uma imagem.

Dica 1 – Busque o máximo de informações

Caso você queira saber, nunca estudei de maneira formal a fotografia outdoor, sempre busquei informações sobre funcionamento do equipamento, procurei aprender técnicas de fotografias usando a internet, as ferramenta do Google, Youtube e conversando com fotógrafos experientes. Alias estou neste meio a cerca de 2 anos apenas.

Se você está começando na área da fotografia, recomendo estudar  usando a internet e conversando com pessoas deste meio, deixe para investir em estudos aprofundados quando tiver certeza do nicho de mercado que quer trabalhar.

Lembra-se, para capturar uma boa imagem você não precisa ter um equipamento caro, mas sim um olhar apurado. 

Dica 2 – Pratique incansavelmente

Treine o seu olhar fotográfico por inúmeras vezes, em variados cenários, com muita luz ou baixa luminosidade, treine o quanto conseguir, quando você alcançar o seu objetivo com a fotografia tente melhora-lá ainda mais.

Crie fotografias outdoor que sejam magníficas a ponto de cativar não apenas o seu olhar, mas sim de inúmeras pessoas.

Dica 3 – Crie sua própria obra de arte

Seja original com suas fotos, não copie imagens ou representações, use a sua criatividade, o seu olhar apurado, a sua técnica fotográfica para compor uma imagem que lhe represente.

Não seja uma cópia de um fotógrafo, faça algo diferente e crie suas próprias obras de arte!

Com o passar dos anos venho acumulando fotografias de viagens em minha coleção pessoal, e por muito tempo guardei elas apenas para mim. Mas já passou da hora de trazer essas imagens para vocês, querido público leitor. Abaixo seguem algumas fotografias capturadas pelas minhas andanças por este mundão:

Fotografia outdoor
Mirante Gelain – Flores da Cunha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Parque das 8 Cachoeiras – São Francisco de Paula/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Ushuaia – Argentina

Fotografia outdoor
Cânion Espraiado – Urubici/SC – Brasil

Fotografia outdoor
Pôr do sol em Farroupilha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Machupicchu – Cusco – Peru

Fotografia outdoor
Cascata das Andorinhas/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Cânion Boa Vista – São José dos Ausentes/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Ferrovia do Trigo – Vespasiano Corrêa/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Morro Moreno – Vila Venha/ES – Brasil

Fotografia outdoor
Cascata Salto Ventoso – Farroupilha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Pôr do sol em El Calafete – Argentina

Essas são apenas algumas das imagens que captei nos últimos tempos, nos próximos posts, falarei sobre equipamentos fotográficos, acessórios e como você pode registrar fotos incríveis investindo pouco dinheiro, mostrarei uma galeria especial de cada lugar que visitei. Aguardem por essa nova série de postagens interessantes!