Cachoeira Maratá

Descubra Maratá

Maratá é uma cidade de origem alemã, distante cerca de 83,3 km da capital Porto Alegre/RS.

Um destino certo para quem gosta de conhecer cascatas, cachoeiras e ainda se divertir junto à natureza. Conhecida como a Capital das Belezas Naturais, a cidade oferece visitação ao Parque Municipal da Cascata Vitória, Parque da Cachoeira Maratá e Morro Ibiticã, entre outros locais que fazem referência a origem alemã.

Nós do Trekking RS, fizemos uma breve visita à cidade no último fim de semana e gostamos bastante dessa cidadezinha. Com certeza é um destino para voltar no verão para aproveitar mais.

A nossa primeira parada foi no Parque da Cachoeira Maratá, distante aproximadamente 1,5 km do centro da cidade, possui estrada pavimentada até o local.

O parque fica aberto todos os dias da semana nos horários das 8 às 22 horas na alta temporada e fora da temporada das 10 às 19 horas.

O que fazer em Maratá

No local é possível desfrutar de uma linda vista da cachoeira que leva o nome da cidade com aproximadamente 15 metros de altura, o parque conta ainda com churrasqueiras, mesas, banheiros com chuveiros quente, bar e uma enorme área de lazer.

Área de lazer
Foto: Luís H. Fritsch
Área de Lazer
Foto: Luís H. Fritsch
Parque da Cachoeira Maratá
Foto: Luís H. Fritsch
Parque da Cachoeira
Foto: Luís H. Fritsch

Além disso o parque dispõe de uma trilha que leva até a parte alta da cachoeira, uma pequena gruta e uma outra cachoeira um pouco menor, de beleza intocada.

Cachoeira em Maratá
Foto: Luís H. Fritsch
Cachoeira Maratá
Foto: Luís H. Fritsch

Para os aventureiros que gostam de acampar, o Parque da Cachoeira Maratá pode ser a oportunidade perfeita para aproveitar um fim de semana com tranquilidade e diversão junto com a família e amigos.

Tarifas

Na alta temporada os valores são de R$ 10,00 para o estacionamento, R$ 7,00 para passar o dia ou R$ 15,00 à diária no camping (já incluso estacionamento e taxa de visitação).

Mais informações

  • Parque da Cachoeira Maratá – (51) 99540-2616, falar com Dirce;
  • Prefeitura de Maratá – Site e Facebook.

Nosso passeio não parou por aí, mas isso já é assunto para outro texto.

No próximo post vou falar sobre o Parque Municipal Cascata Vitória, um lugar igualmente belo onde é possível fazer inúmeras atividades.

Cascata Vitória
Parque Municipal Cascata Vitória – Maratá/RS – Foto: Luís H. Fritsch

Explore novos destinos como cachoeiras, cascatas e lugares ainda intocados. Dentro do nosso site, temos inúmeras opções de destinos de tirar o fôlego. Descubra!

Se você gostou deste post, deixe um comentário aqui embaixo, não esqueça de compartilhar com seus amigos. Até o próximo post!

Fotografia outdoor

Hoje começo uma nova sessão de postagens, mostrando algumas imagens de fotografia outdoor que registrei com o passar dos anos, juntamente com algumas dicas importantes que me ajudaram nesse processo de aprendizagem neste ramo da fotografia.

Para você que está começando no mundo da fotografia outdoor, vou mostrar algumas dicas importantes, para ajudar você a melhorar o seu olhar fotográfico, não importando o seu estilo fotográfico, mas sim o processo de captação de uma imagem.

Dica 1 – Busque o máximo de informações

Caso você queira saber, nunca estudei de maneira formal a fotografia outdoor, sempre busquei informações sobre funcionamento do equipamento, procurei aprender técnicas de fotografias usando a internet, as ferramenta do Google, Youtube e conversando com fotógrafos experientes. Alias estou neste meio a cerca de 2 anos apenas.

Se você está começando na área da fotografia, recomendo estudar  usando a internet e conversando com pessoas deste meio, deixe para investir em estudos aprofundados quando tiver certeza do nicho de mercado que quer trabalhar.

Lembra-se, para capturar uma boa imagem você não precisa ter um equipamento caro, mas sim um olhar apurado. 

Dica 2 – Pratique incansavelmente

Treine o seu olhar fotográfico por inúmeras vezes, em variados cenários, com muita luz ou baixa luminosidade, treine o quanto conseguir, quando você alcançar o seu objetivo com a fotografia tente melhora-lá ainda mais.

Crie fotografias outdoor que sejam magníficas a ponto de cativar não apenas o seu olhar, mas sim de inúmeras pessoas.

Dica 3 – Crie sua própria obra de arte

Seja original com suas fotos, não copie imagens ou representações, use a sua criatividade, o seu olhar apurado, a sua técnica fotográfica para compor uma imagem que lhe represente.

Não seja uma cópia de um fotógrafo, faça algo diferente e crie suas próprias obras de arte!

Com o passar dos anos venho acumulando fotografias de viagens em minha coleção pessoal, e por muito tempo guardei elas apenas para mim. Mas já passou da hora de trazer essas imagens para vocês, querido público leitor. Abaixo seguem algumas fotografias capturadas pelas minhas andanças por este mundão:

Fotografia outdoor
Mirante Gelain – Flores da Cunha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Parque das 8 Cachoeiras – São Francisco de Paula/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Ushuaia – Argentina

Fotografia outdoor
Cânion Espraiado – Urubici/SC – Brasil

Fotografia outdoor
Pôr do sol em Farroupilha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Machupicchu – Cusco – Peru

Fotografia outdoor
Cascata das Andorinhas/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Cânion Boa Vista – São José dos Ausentes/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Ferrovia do Trigo – Vespasiano Corrêa/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Morro Moreno – Vila Venha/ES – Brasil

Fotografia outdoor
Cascata Salto Ventoso – Farroupilha/RS – Brasil

Fotografia outdoor
Pôr do sol em El Calafete – Argentina

Essas são apenas algumas das imagens que captei nos últimos tempos, nos próximos posts, falarei sobre equipamentos fotográficos, acessórios e como você pode registrar fotos incríveis investindo pouco dinheiro, mostrarei uma galeria especial de cada lugar que visitei. Aguardem por essa nova série de postagens interessantes!