3 maneiras de amarrar a sua bota

Neste post vou ensinar alguns nós úteis para amarrar suas botas, para que não solte durante suas caminhadas na natureza.

Este texto é uma continuação da postagem “dicas para evitar torção no tornozelo”, caso você ainda não tenha lido, veja em primeira mão!

Os nós que irei mostrar a seguir, podem servir para uma infinidade de usos, desde uma simples amarração até diminuir os inchaços referentes as caminhadas de longo curso.

Tipos de nós para amarrar sua bota

  • Nó do Cirurgião – Simples e versátil, pode evitar que o seu calcanhar escorregue.
  • Nó da Janela – Alivia os pontos de pressão no meio/topo do seu pé.
  • Volta de Alívio – Alivia a pressão na caixa do dedo do pé, podendo ser muito útil para você voltar para a trilha

O Nó do cirurgião é muito usado por quase todos os praticantes de atividades outdoor no mundo, pois é muito fácil de fazer e eficaz no que diz respeito a afirmar o seu pé dentro do calçado.

amarrar a bota de trekking
  1. Puxe qualquer folga nos cadarços, apertando a bota por cima do seu pé.
  2. Localize os dois pares de passadores mais próximos do ponto em que a parte superior do pé começa a flexionar-se para a frente; você estará amarrando o nó do cirurgião em cada um desses pares.
  3. Enrole os laços ao redor um do outro duas vezes, depois puxe-os com força; certifique-se de passar o laço diretamente até o próximo passador para “travar” a tensão do nó.
  4. Repita o passo “3” no próximo conjunto nos restantes dos passadores.
  5. Termine de amarrar o resto da sua bota como de costume ou de uma volta a mais na hora do aperto final.

O Nó da Janela é muito usado quando suas botas bem amarradas começarem a criar um ponto de pressão no topo do seu pé, o nó da janela (também conhecido como “laço de caixa”) pode ajudar a aliviar o problema.

amarrar a bota
  1. Retire o cadarço até os passadores que estão logo abaixo do ponto de pressão.
  2. Repasse indo direto até o próximo passador e depois cruzando os cadarços.
  3. Termine de amarrar o resto da sua bota como de costume ou de uma volta a mais na hora do aperto final.

A Volta de Alívio é usada quando os dedos dos pés estiverem muito doloridos/machucados, essa medida temporária poderá ajudá-lo a voltar ao início da trilha. Esse truque funciona aliviando a pressão na caixa do dedo do pé.

amarrar a bota
  1. Retire todo o cadarço da sua bota.
  2. Amarre-o de volta – mas pule o primeiro conjunto de passadores; isso abre a caixa do dedo do pé e tira alguma pressão da parte frontal da bota.
  3. Termine de amarrar o resto da sua bota como de costume ou de uma volta a mais na hora do aperto final.

Abaixo o vídeo completo, mostrando como se faz cada nó descrito acima:

Considerações finais

  • A maioria das botas vem com cadarços longos para permitir diferentes técnicas, então você deve ser capaz de fazer qualquer um desses truques de amarração usando seus cadarços atuais.
  • Se os seus cadarços estiverem desgastados, certifique-se de substituí-los por outros que correspondam tanto à forma (redonda, oval ou plana) quanto ao comprimento do par anterior, neste caso opte pelos cordeletes Paracord

A Paracord (também conhecida como cordame de paraquedas) ganhou este nome por ter sido desenvolvida para o uso em paraquedas, como linhas de suspensão (para = paraquedas / cord = corda). De forma simples, é um cordame feito de Nylon, extremamente resistente e com bom potencial elástico. Em termos de comparação entre peso, volume  e resistência, é um equipamento fantástico.

amarrar a bota com paracord

Vale ressaltar que as técnicas de amarração de cadarço descritas aqui não são um substituto para obter o encaixe certo, ao comprar botas novas. Para isso, você precisa consultar um especialista em calçados ou o vendedor da loja.

Se você gostou deste post, deixe um comentário aqui embaixo, compartilhe com seus amigos e não esqueça de nos seguir nas mídias sociais: Instagram e Facebook, nos vemos no próximo post!

sacos de dormir

Como escolher um saco de dormir

Essa é uma pergunta que muitas pessoas me fazem e por isso resolvi criar uma postagem específica sobre sacos de dormir.

A primeira coisa que você deve levar em consideração na horas de escolher o saco de dormir ideal, é saber para qual atividade você pretende usa-lo. Geralmente todas as pessoas respondem a mesma resposta! Quero um saco de dormir que seja bom para tudo.

Sabemos que não existe produto no mundo outdoor que supra todas as nossas exigências e necessidades, seria ótimo se tivéssemos condições de ter inúmeros sacos de dormir, para diferentes aplicações. Mas geralmente não temos essa condição para tanto.

Abaixo explico as principais diferenças entre os sacos de dormir existentes no mercado, desde seus diversos formatos,materiais, temperaturas, tamanhos e medidas, tudo bem detalhado para que entenda um pouco mais sobre o assunto. Dessa forma na hora de analisar entre um modelo e outro você consiga escolher qual é o melhor para a sua aplicação!

Tipos de sacos de dormir

Dormir

Existem basicamente três tipos de sacos de dormir no mundo outdoor, sendo eles:

O Mumia (sarcófago), estes é mais leve e produz mais aquecimento, mais estreito nos pés do que nos ombros, possui capuz e cordas de ajustes, no entanto é o que mais impede o movimento corporal (mais usado hoje no mundo).

O Retangular, este não são desenhados para moldar o corpo, conservam menos calor, ocupam mais espaço dentro da mochila, pesa mais, é mais barato.

Dormir

O Semi Retangular, este é mais afunilado que o modelo retangular, mas não tão junto como o sarcófago, possui boa liberdade de movimentos, mas deixa a desejar na geração de calor.

Sintéticos ou Plumas, qual escolher?

Sacos de dormir de fibra sintéticas

  • Ideal para seu usado em lugares úmidos;
  • Ideal para uso no Brasil;
  • São mais baratos em relação aos de penas;
  • Mantém 70% do aquecimento se estiver molhado;
  • Possui secagem rápida;
  • Mais pesado e com menor taxa de compressão;
  • Leva mais tempo para aquecer o usuário;
  • Não evapora a umidade do corpo.

Sacos de dormir de plumas

  • Ideal para em regiões frias no Brasil e atividades de alta montanha;
  • Proporciona alto nível de aquecimento;
  • Baixo peso e alta compressão;
  • São mais caros;
  • Possui vida útil maior, se bem cuidado;
  • Trasporta bem a umidade do corpo para fora;
  • Não aquece bem quando molhado;

Outras considerações feitas pelo amigo Mario Nery

Mas como se dá o aquecimento? O aquecimento proporcionado pelo saco de dormir funciona através de um processo de retenção do ar quente entre os filamentos das penas – o mesmo acontece com algumas fibras sintéticas. A diferença entre o sintético e a pena de canso está no fato de que a pena tem uma capacidade de retenção maior, principalmente as penas de alta qualidade.

Os sacos tem uma porcentagem de mistura das penas, que deve ser sempre mais alta na quantidade de penas de ganso e menor na quantidade de outras penas. A porcentagem ideal desta mistura fica em 90/10, ou seja, 90% para penas de ganso e 10% para outras penas menores. Outras porcentagens como 70/30 ou 50/50 representam sacos com menor capacidade de aquecimento e custo mais baixo!

Temperaturas dos sacos de dormir

Em boa parte dos sacos de dormir você encontrará faixas de temperatura que são expressas por, temperatura de conforto, limite e extremo. Para que você entenda cada uma delas vou explicar separadamente abaixo:

Temperatura de Conforto

Temperatura de conforto nada mais é que a temperatura que você se sente confortável e dorme muito bem na sua cama em sua casa.

Temperatura Limite

Essa temperatura indica que você está em seu limite de aquecimento, isso é, que você precisará dormir com algumas roupas para se sentir aquecido.

Temperatura Extrema

O seu nome já diz tudo, é uma condição extrema de aquecimento corporal, nesses casos você precisará usar muitas camadas de roupas para se manter aquecido e assim conseguir dormir.

Quando for adquirir um saco de dormir, sempre opte por produtos que tenham as faixas de temperatura inseridas nos produtos, isto te dará uma segurança a mais.

Vale mencionar aqui também que as marcas Deuter e The North Face fazem testes em laboratório para certificar seus sacos de dormir que são seguros e atendem os requisitos e conformidade com as normas europeias.

Tamanhos e medidas

Dormir

Você sabia que existem sacos de dormir para homens e mulheres, isto porque em uma pesquisa científica já comprovada, dizem que uma mulher sente mais frio que um homem em um valor de aproximadamente 5°C.

Geralmente a principal diferença entre os sacos de dormir de homens e mulheres é o seu tamanho, isso porque os femininos precisão ser mais justos para poder oferecer um maior poder de aquecimento.

Quanto menos bolsões de ar tiver entre o corpo do usuário e o saco de dormir, mais ele manterá o aquecimento corporal.

Pensando nisso muitos fabricantes desenvolvem sacos de dormir para cada gênero, com medidas diferentes entre um e outro. Algumas marcas usam a sigla “SL” para determinar a diferença de tamanhos, sendo estes menores que os normais.

Sacos de dormir indicados

Dormir

Abaixo mostrarei alguns sacos de dormir que considero bons para usar em suas atividades.

1- Saco de dormir sintético Dream Lite 500 Deuter, um saco de dormir super pequeno e leve, perfeito para ser usado em climas amenos, com temperaturas entre 13ºC e 10ºC.

sacos de dormir

Pesa aproximadamente 600 gramas, sendo uns dos mais leves do mundo, possui o valor de R$ 450,00 em média

2- Saco de dormir Sintético Super Pluma Gelo Trilhas e Rumos é indicado para temperaturas de até -15ºC, construído em nylon ripstop e nylon acetinado.

sacos de dormir

Pesa aproximadamente 2,160 kg e possui valor aproximado de R$ 390,00.

3- Saco de dormir Astro Pro 400 Deuter, construído com plumas de ganso 90/10 com fill power de 650 cuin, sua capacidade térmica é de: conforto +2ºC, limite -4ºC e Extrema -20°C.

sacos de dormir

Pesa aproximadamente 1.040 gramas e possui valor aproximado de R$ 1.599,00.

4 – Saco de dormir The North Face Inferno é ideal para expedições a locais com temperaturas extremas. Ele faz parte da coleção Summit Serie.

sacos de dormir

O Inferno tem isolamento térmico em plumas de ganso 850 fill down, formato sarcófago, para proporcionar o máximo de conforto, e capacidade para suportar bem temperaturas de até -40ºC.

sacos de dormir

Pesa aproximadamente 1.758 gramas e possui valor aproximado de R$ 3.990,00.

Conclusão

O saco de dormir é um equipamento essencial para a maioria das atividades que envolve pernoite em albergues ou barracas, no caso do uso em um acampamento você deve escolher produtos de qualidade, pois são estes equipamentos que farão você ter uma boa noite de sono.

Nas regiões frias do Brasil como na Serra Catarinense e no alto da Mantiqueira é comum pegarmos temperaturas negativas nos acampamentos, invista em um bom saco de dormir, a qualidade e a segurança de bons produtos garantem que a sua aventura seja satisfatória, porque afinal, ninguém quer passar frio durante uma viagem ou qualquer perrengue em ocasião da condição climática.

Espero que este texto tenha lhe proporcionado um pouco mais de conhecimento sobre o assunto, assim na hora de escolher o seu primeiro saco de dormir ou o próximo, você escolherá pela sua especificidade e não apenas pelo seu valor monetário!

Speedcross 5

Salomon Speedcross 5

Salomon lança a nova geração do Speedcross 5, o lendário tênis de Trail Running (corrida em trilhas).

Nesta quinta geração podemos notar uma grande inovação em design. O tênis Speedcross 5 está mais bonito, mais confortável, muito mais estável e com maior proteção para os pés do usuário.

Principais mudanças em design estre os tênis Speedcross 4 e 5:

Na parte do design, notamos que o tênis Speedcross 5 está muito mais clean do que a sua versão anterior.

O solado mudou consideravelmente em relação ao seu antecessor, agora o novo solado possui garras maiores e mais bem distribuídas, fazendo com que tenhamos maior estabilidade e aderência em terrenos macios e lamacentos.

Características

  • Usos: Treinos e competições de corrida
  • Terrenos: Macio e lamacento
  • Solado: Borracha Contagrip
  • Palmilha: Ortholite
  • Cadarço: Quicklace
  • Abraço do pé: Sensefit
  • Peso: 320 gramas

No site Francês da marca Salomon conseguimos um gráfico que mostra as principais diferenças de estabilidade, leveza, amortecimento, respirabilidade e proteção ao usuário para essa nova geração do Speedcross 5, aproveitamos também para mostrar aqui a diferença entre essa versão atualizada e a anterior.

O novo tênis Speedcross 5 – Salomon será vendido nas versões masculina e feminina, abaixo as cores disponíveis:

Tênis Speedcross 5


Tênis Speedcross 5 W

Ainda não há uma previsão exata de quando esse modelo desembarcará aqui no Brasil, também não sabemos quanto essa versão irá custar, mas já estamos empolgados para ver de perto e fazer uma avaliação completa desse modelo.

Caso você queira adquirir qualquer produto Salomon, entre em contato com a nossa loja parceira Patos do Sul, localizada na cidade de Caxias do Sul/RS – Brasil. Nosso querido público leitor tem descontos especiais na loja, para ganhar este desconto, você só precisa nos encaminhar um e-mail, que enviamos nosso cupom de descontos!

Curtlo BR
Mochila All Trail

Equipamentos outdoor

Se você está começando no mundo das aventuras e não entende muito sobre equipamentos outdoor, acha caro e as vezes desnecessário a compra de algum produto técnico, neste texto vou tentar explicar através da minha experiência e vivências de mais 19 anos praticando atividades de aventuras.

Quando comecei a percorrer as trilhas no Rio Grande do Sul eu tinha apenas 11 anos de idade, não conhecia muito sobre equipamentos outdoor, mas tinha comigo um sentimento forte de querer explorar, conhecer lugares intactos que a maioria das pessoas não conhecia.

Naquela época não havia muitos equipamentos para aventuras disponíveis, Fiz minhas aventura usando materiais simples, como mochila de escola, lonas, redes e barracas estilo canadenses.

Equipamento Outdoor
Barraca estilo Canadense

Eu estava inserido dentro do movimento escoteiro, onde sou grato até hoje por me proporcionar experiencias únicas, incontáveis perrengues e muita técnica de acampamento e orientação.

Conforme o tempo foi passando e depois de já ter feito muitos caminhos, acampamentos e jornadas de maneira “Roots”, comecei a procurar equipamentos outdoor para acampamento que me possibilitassem maior proteção e segurança nas trilhas.

As vezes o equipamento outdoor barato pode sair caro

Comecei adquirindo equipamentos básicos, de custo baixo que na minha ótica iriam ser melhores dos que usava desde então. Minha primeira bota foi uma Mac Boot, durou aproximadamente uns 6 meses.

Adquiri também um saco de dormir da marca Hummer e mais alguns equipamentos que não me recordo muito.

Assim como melhoramos nossa técnica ao percorrer trilhas, fazendo acampamentos ou jornadas, comprei inúmeros equipamentos outdoor ao longo desses 19 anos de aventuras, que me proporcionaram um certo intendimento sobre a qualidade de materiais e valores dos mesmos.

Quando digo que as vezes o barato pode sair caro, posso dizer com clareza que é um fato, sempre pensando em valores dos produtos, gastei muito dinheiro com equipamentos de baixa qualidade onde tive que comprar outro novamente depois de algum tempo. Vou citar aqui três exemplos de equipamentos.

Calçados: Minha primeira bota foi uma Mac Boot, depois uma Bull Terrier, Timberland, Nomade (Vento) e por último uma Salomon que uso desde então. Minha primeira bota Salomon tem cerca de 6 anos e está ainda boa para uso.

Equipamentos Outdoor
Bota Salomon X Ultra Trek GTX

Mochilas: Mochila de escola, Trilhas e Rumos, Kailash e por e por último uma Thule, que uso desde então a mais de 3 anos.

Barracas: Barraca estilo Canadense, Mor vendida no supermercado, Trilhas e Rumos – Bivak, Azteq – Nepal, Star River – Naturehike e por último uma Mongar 2 Ultralight da Naturehike.

equipamentos outdoor
Barraca Mongar 2 Ultralight – Naturehike

Exemplifiquei todos estes produtos para você que está lendo esse texto entenda, que na grande maioria das vezes comprar produtos baratos faram você gastar mais dinheiro do que guardar os valores e comprar algo bom logo de cara.

Conforto x Valores

Uma coisa você pode ter certeza sobre atividades ao ar livre, quanto mais conforto você quiser ter nas suas aventuras, mais dinheiro você terá que desembolsar para que isso seja possível.

Hoje faço minhas aventuras usando equipamentos de primeira linha, isso me proporciona grande conforto e satisfação ao percorrer longas travessias de trekking, por inúmeros dias.

Minha mochila atualmente é uma Thule Versant de 50 litros, ali condiciono todos meus equipamentos para minhas aventuras, mais meus equipamentos fotográficos, todo esse conjunto pesa aproximadamente 13 kg sem contar a alimentação.

Comparativos equipamentos outdoor

Um comparativo que fiz ao longo dos anos usando tudo que é tipo de equipamento outdoor disponível no mercado, descobri que:

Se você quiser abaixar cerca de 1kg de peso em equipamentos dentro da sua mochila, você gastará aproximadamente R$ 2.000,00.

Então quando você for escolher seu primeiro equipamento ou o próximo produto, escolha que este seja leve, altamente tecnológico e que lhe proporcione o máximo de conforto na sua aventura.

Os equipamentos que uso atualmente me proporcionam aproveitar todo o contexto de uma aventura, chegando em casa sempre com experiências incríveis e o melhor de tudo isso é não estar dolorido ou com bolhas nos pés por causa de algum equipamento ruim.

Mochila All Trail

Se você gostou desse artigo, deixe um comentário logo abaixo, veja também avaliações de equipamentos outdoor em nosso site. Acesse!

Jaqueta Outdry

Jaqueta Outdry EX Eco Down – Columbia

Hoje venho aqui apresentar a jaqueta Outdry da marca americana Columbia, adquiri esse modelo de jaqueta para usar nas minhas próximas atividades de montanha na América do Sul.

A Jaqueta Outdry EX Eco Down é um produto que pode ser considerado técnico pois é construída para ser usada em situações extremas de vento, chuva e frio.

Características

A Jaqueta Outdry EX Eco Down Columbia é construída com 100% poliamida tanto na frente quanto nas costas, o forro é construído com 100% poliéster e o aquecimento se dá por 90% em plumas de pato e 10% de penas de pato.

O isolamento térmico dessa jaqueta é testado e aprovado via certificação internacional RDS Certifed, em sua construção usa plumas de pato com a densidade de 700 Fill Power Down, isso quer dizer que quanto maior for este número, maior é a capacidade de isolamento corporal.

A Jaqueta Outdry EX Eco Down Columbia trás consigo também a renomada tecnologia Outdry Extreme conhecida mundialmente, essa membrana está presente em toda parte externa da jaqueta, sendo 100% impermeável e respirável com costuras seladas.

A jaqueta conta também com capuz, dois bolsos frontais grandes e mais quatro bolsos internos.

O zíper de abertura frontal e dos dois bolsos externos possuem lapela para guardar o carrinho do zíper e também cordinhas para melhor manuseio com luvas.

Todos os zíperes são YKK, lembrando que estes são os melhores do mundo, pois não quebram e não trancam nunca.

A jaqueta Outdry EX Eco Down conta basicamente com dois ajustes, sendo um no capuz e outro na barra da cintura, os dois ajustes tem como função aumentar o conforto do usuário e garantir melhor isolamento térmico.

Especificações do fabricante

  • OutDRY™ Extreme ECO: Impermeável e respirável com costuras totalmente seladas.
  • Contém 100% de tramas reciclavel.
  • Tecido sem corante.
  • Membrana Outdry Extreme Sem PFC (Membrana sustentável).
  • Costura externa selada com tape.
  • Isolamento com plumas: 700 fll.
  • Certifcado padrão de responsabilidade – RDS certifed down.
  • Capuz embutido e ajustável.
  • Bolsos frontais com ziper.
  • Ajuste com cordão na barra.
  • Corpo: 100% Poliamida.
  • Forro: 100% Recycled Poliester.
  • Isolamento térmico: 700 Fill Power Down
  • Isolamento térmico, RDS Certifed

Onde comprar

Este produto pode ser adquirido na loja Samburá na cidade de Caxias do Sul/RS ou diretamente no site da Columbia Brasil.

Valor aproximado: R$ 1.749,00

Avaliação completa

Avaliei a jaqueta Outdry EX Eco Down na última travessia de trekking que fiz em uma das regiões mais frias da serra catarinense, mais precisamente nas bordas dos cânions Laranjeiras e Funil.

A serra catarinense foi o lugar ideal para testar o modelo, pois nas regiões dos cânions as temperaturas tendem a serem baixas tanto na parte da manhã, quanto na parte da noite, outro detalhe que faz toda a diferença é o fato de ser muito úmido e por contar com mudanças repentinas no clima.

Durante a travessia pelas bordas pude comprovar a capacidade de isolamento térmico e a impermeabilidade dessa jaqueta, no segundo dia da travessia choveu por cerca de quatro horas interruptamente, notei que a jaqueta mesmo estando molhada, o frio e a umidade não passou para o lado de dentro da jaqueta, fazendo que eu me sentisse muito confortável.

Procurei também conversar com o guia experiente Freddy Duclerc, nascido em Santiago no Chile e que atualmente mora em São Paulo/Brasil.

Freddy conseguiu cumes representativos ao longo de sua carreira como: Aconcágua 6962m (Argentina), Ojos del Salado 6893m (Chile), Huascaran 6768m (Peru), Tocllaraju 6034m (Peru), Ishinca 5530m (Ishinca), Urus 5497m (Peru), Pisco 5750m (Peru), Chipicalqui 6354m (Peru), Diablo Mudo 5450m (Peru), Cerro Plata 5968m (Argentina), San Valentin 3910m (Chile), Huayna Potosi 6088m (Bolivia), Marmolejo 6108m (Chile), El Plomo 5450m (Chile), Tupungato 6570m (Chile), entre outros. Veja mais!

Com toda essa experiencia em montanhas, Freddy tem total compreensão de falar sobre a jaqueta Outdry EX Eco Down, pois a usa em boa parte das montanhas que guia pela América do Sul.

Depoimento de Freddy Duclerc

“Muito boa a fusão de Impermeável com um casaco de aquecimento, usei nas Travessias Cerro Castillo e Navarino no Chile, cumpriu seu papel de maneira perfeita, aqueceu, reteve calor e liberou evaporação em equilíbrio… Usei no Brasil na Serra Fina, Serra dos Órgaos e Papagaio. Também cheguei aos Cumes do Cerro Plomo 5450 m e San José 5856 m, este último com muito vento e para minha surpresa foi perfeito na proteção de -15ºC, com 2 camadas por baixo, no momento que saímos do campo base até o cume. Considero a jaqueta Outdry EX Eco Down da Columbia um equipamento leve.

Se você gostou da nossa avaliação completa, deixe um comentário logo abaixo, veja também mais avaliações de produtos aqui em nosso site. Acesse!

Bota X Chase

Bota X Chase MID GTX Salomon

Hoje viemos através deste post falar um pouco sobre as primeiras impressão da Bota X Chase MID GTX da marca francesa Salomon.

A Bota X Chase MID GTX é destinada para travessias de trekking, hiking, corridas em trilhas e para usos no dia a dia, o modelo que estamos avaliando é masculino, é um calçado leve, com tecidos que garantem impermeabilidade e respirabilidade. É indicada para qualquer tipo de tereno ou condição climática.

Bota X Chase

Essa bota foi fabricada para garantir melhor conforto ao usuário, sua modelagem evita a entrada de folhas e barro em diversos tipos de terrenos.

Bota X Chase

Tecnologias

Quicklace : é um sistema de cadarço, construído inteiramente em kevlar de alta resistência. Ao puxar o sistema de fixação do cadarço, o ajuste acontece de forma uniforme e segura.

Bota X Chase

Ortholite:  Essa palmilha está presente na maioria dos calçados da marca Salamon, essa palmilha além de proporcionar conforto incrível, é composta de uma espuma específica e também EVA.

Contagrip: O solado é antiderrapante produzido pela Michelin (uma das maiores empresas de pneus do mundo), está presente na maioria dos calçados da Salamon.

Esse mesmo solado foi projetado com muitos compostos de borracha, pensando sempre na dureza, aderência e durabilidade, desenvolvido para os esportistas mais exigentes.

Bota X Chase

Chassi ACS Skeleton:  Essa tecnologia tem como principal função maximizar o controle de movimento, fazer a gestão de energia e impulso, tendo como resposta a segurança e estabilidade em todo seu percurso da atividade. O chassi esta localizado na parte interna da bota entre a sola e a entre sola.

Membrana Goretex: A Bota X Chase MID GTX conta com uma membrana impermeável e respirável na sua fabricação, trazendo um conforto ainda maior ao seu pé, possibilitando a circulação do ar, e mantendo seus pés secos ao fazer uma travessia de rio ou qualquer lugar que precise ser usada. Vale ressaltar que existe uma margem de impermeabilidade em centímetros medida da Sola da bota até a parte presa da língua.

Detalhes

Biqueira:  A Bota X Chase MID GTX contém uma biqueira com construção reforçada, pensada em proteger seus dedos. Caso aconteça algum acidente de você vir a chutar uma pedra ou até mesmo bater a ponta da bota sem querer, a biqueira possui uma boa estrutura que impede que seus dedos venham a se machucar.

Bota X Chase

Língua: A língua dessa bota é construída de maneira diferente do que geralmente conhecemos isto é, ela é costurada internamente, dessa forma protege seus pés contra impactos gerados em caminhadas em mata fechada, também impede a entrada de barro, areia ou alguma sujeira que venha por ventura entrar durante suas caminhadas ou corridas.

Vale mencionar também que na parte superior da língua, há um pequeno bolso para acomodar a sobra do cadarço.

Curiosidades

Um cuidado muito importante que você deve tomar na hora de comprar o seu primeiro Salomon, é adquirir um número maior que o seu habitual.

Pois quando estamos caminhando na natureza por inúmeros quilômetros, subindo e descendo morros, os pés tendem a inchar, caso você tenha comprado um tênis/bota do mesmo tamanho do seu usual você poderá ter problemas com bolhas e em casos mais graves vir a perder as unhas dos pés.

A Bota X Chase MID GTX masculina na numeração 45 pesa aproximadamente 860 gramas o par, isso a torna uma das botas mais leves do mundo.

Valor: R$1.100,00 – Este valor pode variar de acordo com a variação do Dólar.

Onde Comprar

Esse modelo de bota pode ser encontrada na loja parceira Patos do Sul, localizada na cidade de Caxias do Sul/RS – Brasil. Por você ser nosso leitor, você tem descontos especial falando diretamente com a proprietária Helen pelo contato (54) 9 9976-2073.

Curtlo BR

Conclusão

Ainda estamos realizando alguns testes com a Bota X Chase MID GTX, mas já nos primeiros dias usando o modelo já nos agradou imensamente.

Dentro de alguns meses iremos finalizar a avaliação colocando em foco todos pontos positivos e negativos, para maior confiabilidade nos testes, realizaremos uma travessia de trekking pelas bordas dos Cânions Laranjeiras e Funil em Santa Catarina.

Se você gostou das nossas primeiras impressões da Bota X Chase MID GTX, deixe um comentário logo abaixo.

Caso você queira ver qualquer outro produto já avaliado por nossa equipe, clique aqui!

Comparativo de Barracas Naturehike

Hoje venho apresentar um comparativo detalhado entre as barracas Star River 2 X Mongar Ultralight 2 da marca Naturehike.

Aqui no nosso site já escrevemos sobre os dois modelos em destaque, caso você tenha alguma dúvida na hora de escolher entre um modelo ou outro, esse comparativo irá lhe ajudar.

Barraca Star River Ultralight 2

  • Dimensões:
  • Externa: 2,15 x 2,61 metros
  • Interna (quarto): 1,31 x 1,10 x 2,15 metros
  • Embalagem: 45 x 15 cm
  • Avanço: 65 cm
  • Janela: 1
  • Varetas: Alumínio 7001
  • Sobre teto e quarto: Nylon 210 T
  • Piso: Polyester oxford 150 D
  • Capacidade Coluna D’água: 3000 mm
  • Impressão de Pé – 120 g
  • Cordeletes e Varetas – 200 g
  • Máximo (Barraca, sobreteto, Varetas, Espeques, Cordeletes e FootPrint) – aprox. 2.373 kg

Barraca Mongar Ultralight 2

  • Capacidade: 2 pessoas
  • Peso aproximado com footprint: 2.020 g
  • Barraca: 1.700 g
  • Espeques e cordeletes: 200 g
  • Footprint: 120 g
  • Dimensões: 210 x 135 x 100 C x L x A
  • Avance: 60 cm x 2
  • Janelas: 2
  • Pack: 50 x 15 cm
  • Coluna d’água piso: 4.000mm
  • Coluna d´água teto: 4.000mm
  • Varetas: Alumínio 7001
  • Sobreteto e quarto: Nylon 20D

Opinião

Nossa

Barraca Star River Ultralight 2

Pontos positivos

  • Tecido Nylon 210 T
  • Coluna de água 3.000 mm
  • Costuras seladas eletronicamente
  • Engates de rápido ajuste
  • Estabilizadores laterais
  • Amplo espaço interno para duas pessoas
  • Duas portas grandes com abertura em “U”
  • É possível sentar na barraca sem encostar a cabeça no teto
  • Suporte para lanterna
  • Varetas em alumínio 7001
  • Espeques em alumínio
  • independente
  • Possui footprint (piso extra)
  • É possível comprar no Brasil
  • Amplo avanços laterais

Barraca Mongar Ultralight 2

Pontos positivos

  • Tecido Nylon 20 D
  • Coluna de água 4.000 mm
  • Costuras seladas eletronicamente
  • Presilhas em alumínio para maior durabilidade
  • Estabilizadores laterais
  • Possui presilha/ilhós para prender nas pontas da vareta central
  • Amplo espaço interno para duas pessoas
  • É possível sentar na barraca sem encostar a cabeça no teto
  • Suporte para lanterna
  • 3 porta objetos amplos
  • Varetas em alumínio 7001
  • Espeques em alumínio
  • independente
  • Possui footprint (piso extra)
  • É possível adicionar avanço extra (vendido separadamente)

Pontos Negativos

  • Não possui presilha/ilhós para prender nas pontas da vareta central
  • As pontas das varetas não são roscadas nas varetas
  • Não é possível adicionar avanços extras
  • Bolsos internos pequenos
  • Peso 2.373 kg (completa)
  • Valor R$ 1.379,00

 

Pontos Negativos

  • As pontas da vareta não são roscadas nas varetas
  • Não pode ser comprada no Brasil (importação oficial)
  • Portas pequenas com abertura em “D”
  • Peso 2.020 kg (completa)
  • Valor R$ 1.499,00

Diferenças na montagem

A barraca Star River Ultralight 2 pode ser montada de duas formas apenas, sendo a primeira com sobre teto e footprint (piso extra – vendido separadamente) e a segunda de maneira completa.

A barraca Mongar Ultralight 2 pode ser montada de três formas, sendo a primeira apenas com o sobre teto, a segunda com sobre teto e footprint  (piso extra – vendido separadamente) e a terceira de maneira completa.

Assista o vídeo completo de montagem dos dois modelos de barraca

Abaixo você pode conferir uma galeria com as melhores fotos capturadas por nossas lentes, mostrando alguns detalhes interessantes de cada modelo em diferentes locais.

Conclusão

O comparativo tem como principal função ajudar você na escolha da sua próxima casa de montanha, mas isso dependerá de você escolher qual dessas duas barracas é melhor para a atividade que você vai realizar.

A Mongar tem 373 gramas a menos, mas nem por isso o modelo Star River pode ser considerada ruim, pois a uma grande diferença de materiais entre elas e medidas.

O que podemos dizer sobre os dois modelos comparados é que a barraca Star River Ultralight 2 é mais adequada para climas frios e a Mongar Ultralight 2 para climas quentes.

Ainda estamos avaliando os dois modelos, no feriado de carnaval levaremos as duas barracas para uma travessia de trekking de três dias pela borda dos cânions Laranjeiras e Funil no estado de Santa Catarina/Brasil, lá poderemos analisar e comprovar todas as suas características de aerodinâmica, impermeabilidade, qualidade dos materiais e muitos outros aspectos.

Se você gostou desse comparativo, deixe um comentário logo abaixo! Caso você queira ver outros comparativos iguais a estes, compartilhe com a gente os produtos que você gostaria de ver aqui no site.

Barraca Mongar

Barraca Mongar 2 Naturehike

Hoje venho apresentar a barraca Mongar 2 da marca chinesa Naturehike, adquirimos este modelo fora do Brasil para assim poder fazer a avaliação completa.

A barraca Mongar 2 é destinada para usuários que vão fazer atividades como: montanhismo, travessias de trekking, cicloturismo ou até mesmo acampamentos em família.

Primeiras impressões

O modelo que estamos avaliando está destacado no site da naturehike como modelo novo, pois é composta por duas cores verde e cinza, muito diferente das vendidas nacionalmente, que geralmente são de uma cor somente, ou é verde ou cinza apenas.

Confeccionada toda ela em Nylon 20D com revestimento em silicone, conta com vareta em alumínio 7001, footprint (piso extra) e espeques também em alumínio, todas as suas costuras são seladas eletronicamente.

A barraca Mongar 2 é bastante leve, pesa cerca de 1.700 gramas (Sobre teto, dormitório e vareta) e 2.020 gramas no total (Sobre teto, dormitório, vareta, footprint, espeques e cordeletes).

A vareta é dividida em duas partes, sendo formada por dois “Y” e mais uma vareta que cruza em seu centro, garantindo assim maior firmeza. Cada parte da vareta é unida por um elástico especial.

Barraca Mongar

O dormitório é construído com uma tela respirável muito fina, que impede a entrada de qualquer inseto, possui duas portas com abertura em “D”,em seu interior conta com 3 porta objetos, sendo 1 na parte superior bem amplo e mais um em cada lado próximo ao piso da barraca.

Barraca Mongar
Dormitório em tecido Mesh B3.
Barraca Mongar
Barraca Mongar

A Barraca Mongar 2 acomoda perfeitamente 2 pessoas mais alguns equipamentos, se a mochila cargueira for de grande capacidade é possível acomoda-la nos avanços laterais, estes possuem cerca de 70 cm de comprimento aproximadamente.

O modelo conta com duas janelas amplas que fazem com que o ar circule dentro da barraca, permitindo a troca de ar.

Barraca Mongar
Barraca Mongar

Para maior firmeza em climas desfavoráveis e rajadas de vento a barraca Mongar 2 tem quatro cordeletes de sustentação, localizados próximos as janelas.

Características do Fabricante:

  • Capacidade: 2 pessoas
  • Peso aproximado com footprint: 2.020 g
  • Barraca: 1.700 g
  • Espeques e cordeletes: 200 g
  • Footprint: 120 g
  • Dimensões: 210 x 135 x 100 C x Lx A
  • Avance: 60 cm x 2
  • Pack: 50 x 15 cm
  • Coluna d’água piso: 4.000mm
  • Coluna d´água teto: 4.000mm
  • Varetas: Alumínio 7001
  • Sobre teto e quarto: Nylon 20D

Montando a barraca Mongar 2

Essa barraca foi construída de maneira inteligente, tornando-a mais fácil e rápida de montar do que a grande maioria das barracas vendidas nacionalmente.

O que a torna especial é o fato que em todos os lados da barraca, tanto no footprint como no dormitório e no sobre teto, possuem presilhas feitas inteiramente em alumínio, isso possibilita um acerto na montagem, garantindo maior leveza e durabilidade para o modelo.

Barraca Mongar
Barraca Mongar
Presilha da vareta central.

A barraca Mongar 2 pode ser montada de três maneiras diferentes, sendo apenas com o sobre teto, com footprint e sobre teto e de maneira completa. Veja as imagens abaixo:

Barraca Mongar
Montagem apenas com vareta e sobre teto.
Barraca Mongar
Montagem com footprint, vareta e sobre teto.
Barraca Mongar
Montagem completa.

Assista o vídeo da montagem completa

Acessórios

Para este modelo a dois acessórios disponíveis vendidos separadamente, o primeiro deles é o Footprint (Piso extra). O segundo é um avanço extra que possui as seguintes características:

  • Tecido: Nylon 20D
  • Peso com embalagem: 680 gramas
  • Capacidade 1/2 pessoas
  • Vareta: Alumínio
  • Coluna de água: 3.000 mm
  • Três estações
  • Medidas: 180 x 210 cm (comprimento x largura)
  • Pacote: 10 x 10 cm
Barraca Mongar
Fonte: Naturehike
Barraca Mongar
Fonte: Naturehike

Ainda iremos fazer alguns testes com esse modelo de barraca, mas já podemos adiantar que a barraca Mongar 2 nos agradou imensamente.

Nos próximos meses estaremos indo para uma travessia de trekking pelos Cânions Laranjeiras e Funil no estado de Santa Catarina, lá terminaremos a nossa avaliação e postaremos todos os pontos positivos e negativos dessa barraca, junto com fotos incríveis. Vem com a gente!

Também realizaremos dois comparativos, o primeiro sendo entre a barraca Mongar e Star River 2 e o segundo entre a Mongar 2 e a MSR Hubba Hubba NX.

Calça Hard PRO Mountain

Hoje venho aqui apresentar aqui a calça Hard PRO Mountain uma das calças mais robustas já fabricadas nacionalmente pela empresa Hard Adventure, nesta avaliação completa mostrarei todos os seus detalhes, materiais, os prós e contras desse modelo.

Características e detalhes

A Hard PRO Mountain é uma calça confeccionada com 100% poliamida Power®, em pontos de maior atrito possui o material mundialmente conhecido como Cordura® (nylon de altíssima resistência e alta performance, concebido para ser de longa duração e resistente à abrasão e rasgões, que agrega muito mais resistência e durabilidade à calça).

Hard Pro Mountain

Tendo o nylon Cordura® em sua confecção faz com que tenhamos uma ótima calça para atividades em terrenos difíceis, como por exemplo subidas e descidas de rios, onde geralmente precisamos saltar entre as pedras ou em locais de mata fechada. Para as pessoas que adoram explorar novos caminhos, essa calça é perfeita para isso.

A calça é composta por dois bolsos frontais e dois laterais com zíper YKK e lapela para acomodar o zíper, lembrando que os zíperes YKK são os mais duráveis do mundo.

Hard Pro Mountain
Hard Pro Mountain

Além disso a calça Hard PRO Mountain pode virar bermuda através de zíper, isso é ótimo em dias de calor excessivo, conta também com uma abertura com zíper na parte de baixo (do tornozelo) que tem a função de facilitar a transformação para bermuda, teoricamente esse sistema funciona muito bem, mas na prática não é bem assim, o tamanho da calça que eu uso é “P”, geralmente quando tenho que transformar a calça em bermuda, a parte de baixo da calça não saí, devido a bota cano alto, este é um dos pontos que não me deixou satisfeito nesse modelo. Veja as imagens abaixo.

Na cintura, a calça Hard PRO Mountain conta com botão de pressão e acompanha um cinto em fita de nylon, com fivela de engate regulável fabricada em polipropileno de alta resistência, que facilita carregar mochilas e enfrentar corredeiras de rios e cachoeiras sem que a calça saia do lugar. Além disso, o cinto, pode ser totalmente removível, pode ser utilizado em situações de emergência, como a confecção de torniquete, carregar carga pesada e etc.

Hard Pro Mountain

Além de todos estes detalhes já mencionados, a calça Hard PRO Mountain possui ainda proteção solar FPS 50, que bloqueia 98% dos raios UV-A E UV-B, testado e aprovado pelo SENAI CETIQT, protegendo a pele dos efeitos nocivos do sol, como queimaduras e envelhecimento precoce.

A calça Hard PRO Mountain é respirável e possui baixa absorção de umidade, com um sistema único que transporta a umidade do suor para o exterior da calça, proporcionando melhor equilíbrio térmico, tornando-a arejada e ótima para usar mesmo em climas quentes.

Estou usando esse modelo de calça a praticamente um ano já, e desde então não puxou nenhum fio ou rasgou, neste período que tenho a calça Hard PRO Mountain já usei em algumas trilhas na Patagônia Argentina, no Parque Nacional de Torres del Paine no Chile, viagens de exploração na região dos cânions do sul do Brasil e em praias, estar usando ela é sempre uma experiencia satisfatória. 

A calça quando exposta a locais frios e úmidos pode te dar uma sensação de conforto maravilhosa, por ela ser construída com materiais de alta performace, em alguns casos ela suporta ventos e mantem a temperatura corporal estável, atuando como se fosse um corta vento ou calça segunda pele, isso é incrível.

Características do fabricante

  • Modelagem simples que evita atrito com a pele.
  • Reforço em Cordura ® nos principais pontos de atrito.
  • Recorte entrepernas (cavalo) de 25mm. Permite qualquer movimento.
  • Cós de 40mm com elástico total.
  • Passantes laterais e traseiros.
  • Costuras reforçadas com travetes.
  • Cinto removível de alta resistência com fivela em polipropileno.
  • Pernas/barra da calça com zíper para retirar as pernas sem a necessidade de retirar o calçado.

*CORDURA® é marca registrada da Invista de fios para tecidos de alta resistência usada sob licença por Hard Adventure® Ind. e Com. de Roupas e Equip. Ltda.

Valor aproximado: R$ 249,90

Onde comprar

Você pode adquirir esse produto na loja Guenoa Apetrechos, localizada em Caxias do Sul/RS, a loja entrega para todo o Brasil caso necessite!

Aqui em nosso site você encontra mais de 50 reviews de produto para você não errar na hora de efetuar a compra, conheça antes mesmo de ir na loja!

Panela Alpha Pot Sea To Summit

Hoje venho apresentar a panela Alpha Pot da marca Australiana Sea to Summit, uma das mais leves e duráveis do mercado nacional.

A linha Alpha Pot é composta por quatro tamanhos diferentes sendo: 1.2 L, 1.9 L, 2.7 L, 3.7 L. o modelo tem tudo que uma boa panela de camping tem que ter, ela é robusta e ao mesmo tempo leve, muito fácil de usar e de lavar.

Fonte: Sea To Summit

Conta com escala graduada na parte interna e externa, cabo giratório com trava de segurança e tampa com orifícios para escorrer macarrão.

Panela Alpha Pot Sea To Summit
Panela Alpha Pot Sea To Summit

Nós estamos avaliando o modelo Apha Pot 1.9 L há cerca de 5 meses, desde o começo dos nossos testes a panela Sea To Summit, mostrou-se muito boa em todos os aspectos.

Cozinhamos com ela macarrão, fritamos ovos, bifes e ainda fizemos muitas vezes strogonoff, é uma panela que atendeu as nossas expectativas. Recomendamos!

A capacidade de 1.9 L é ideal para cozinhar para 2/3 pessoas, acima disso recomendamos uma maior.

Detalhes dos modelos Alpha Pot

A panela Alpha Pot possui cabo de silicone que garante melhor acabamento e segurança ao manusear a panela enquanto você cozinha. Vale mencionar que essa panela conta ainda com um sistema de segurança no cabo chamado de Pivot-Lock ™ , essa inovadora tecnologia permite que o usuário possa cozinhar sem medo de por ventura o cabo se soltar da panela ou dobrar durante o cozimento dos alimentos. Veja no vídeo abaixo:


Panela Alpha Pot pode ser integrada a outros Kit’s da Sea to Summit, como o Delta Light CampSet 4.4 ou Alpha Set 2.1, otimizando ainda mais seu jogo de cozinha, possibilitando o uso por mais números de pessoas, sendo ideal para expedições.

Todos os produtos Sea to Summit você encontra na loja parceira Patos do Sul, localizada em Caxias do Sul/RS.

Por você ser nosso leitor, garantimos um desconto especial em todos os produtos de camping que forem adquiridos na loja Patos do Sul.

Confira outras avaliações de equipamentos outdoor aqui em nosso site, já avaliamos inúmeros produtos, como: barracas, sacos de dormir, fogareiros, roupas, mochilas e outros.