Wine Run 2017 aconteceu em Bento Gonçalves/RS

A paisagem do Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, emoldurou mais uma vez a sexta meia maratona do vinho – denominada Caixa Wine Run – Vale dos Vinhedos – no sábado 20/04/2017.

Contou com 1,2 mil corredores de todo o país, que percorreram os 21 quilômetros da prova, divididos nas categorias Individual e Dupla. O percurso misturou diversos tipos de terrenos – com pisos de terra, cascalho, asfalto e paralelepípedos, além de subidas e descidas acentuadas – passando ao lado de parreirais e vinícolas, por pequenas igrejas e casas antigas que marcam a forte presença da colonização italiana.

Para alguns, o objetivo era superar seus limites, já outros aproveitavam o visual de tirar o fôlego e chegavam a parar nas subidas ou descidas para admirar os vales ainda verdes, mesmo com a chegada do outono, sem se preocupar com seu tempo na prova.

Ano passado corri a Wine Run na categoria dupla mista. Fiquei responsável pelo primeiro trecho com 11,5 quilômetros e considerado pela maioria dos atletas o mais “sofrido”. Gostei tanto do sofrimento que esse ano resolvi encarar os 21 km – sendo a minha estreia oficial em meia maratona.

Confesso que pensar em correr 21 km no início me assustava um pouco. Você acaba duvidando do que é capaz em alguns momentos, mas aprendi com a corrida que somos muito mais fortes do que imaginamos e podemos ir muito além do nosso objetivo.

O sábado da corrida finalmente chegou, agora não tinha mais treinos e nem treinador, agora era comigo. A largada da prova foi às 9 horas na Vinícola Grand Legado, tempo nublado e temperatura agradável. Ao meu redor centenas de corredores animados, alguns como eu fazendo a primeira meia maratona. Energia gostosa, sabe?

Dada a largada e à medida que passava pelo percurso via os fotógrafos e as pessoas que moravam ali sentadas nos jardins acompanhando e vibrando por nós. Era emocionante. Por mais que você ali naquele momento seja apenas mais um corredor, essa torcida te faz sentir especial.

Por ser uma prova com grande variação de altimetria resolvi que não forçaria o ritmo no início, já que essa era minha primeira meia maratona.

O único trecho relativamente plano são os primeiros 2 km de prova. Em seguida temos um declive acentuado de quase 5 Km. Mas…tudo que desce, sobe… 😀 e foi assim até a marca dos 11,5 Km subidas…subidas e subidas.

No quilômetro 11,5 no final de uma subida de quase 4 km era o local de revezamento das duplas. Ano passado ali foi o meu final, e sábado ao passar por ali me emocionei e naquele instante a ficha caiu e percebi que eu realmente completaria uma meia maratona! Dali em diante o percurso foi um interminável sobe e desce.

Durante praticamente toda a prova não deixei o rendimento de outros atletas interferirem no meu desempenho. Corri dando atenção a três fatores muito importantes na corrida: postura correta, respiração controlada e hidratação sem erro.

Eu definiria a corrida como espetacular, foi uma estreia maravilhosa e jamais vou me esquecer da minha primeira Meia Maratona. As paisagens lindas, o clima entre os corredores, a parceria, a sensação de superar seus limites e conseguir completar um percurso maravilhoso! Só quem corre sabe!

Wine Run 2017 aconteceu em Bento Gonçalves/RS
Créditos: Foco Radical

Finalizei a prova com o tempo de 2 h 32 min, conquistando o 2º Lugar na Categoria 18 a 24 anos e a 44ª Colocação Geral Feminina em um total de 145 corredoras. Esse é o momento em que você vê o resultado de toda sua dedicação e trabalho! É o momento de ver que seu objetivo foi atingido. É uma experiência que recomendo a todos!

Informações e classificação da Wine Run: Resultados

Jasmine Benato

O espírito aventureiro sempre fez parte da rotina de Jasmine, carinhosamente chamada de Mine. Passou sua infância acompanhando os avós na roça, e por isso, desde criança admirava a natureza e os costumes simples da vida no campo.

Jasmine Benato é gaúcha de Veranópolis, com modos delicados e aquele jeitinho tímido. À primeira vista, mal se imagina o que a jovem de 24 anos gosta de fazer para viver.

Secretária executiva à quase 10 anos;

Futura Contadora pela Universidade de Caxias do Sul (UCS);

Embaixadora/Atleta da Curtlo BR;

Ela concilia o trabalho, a faculdade, a família e muitos treinos de: Mountain Bike, Corrida de Montanha, Trail Run e academia.

No esporte, a paixão pela “magrela” vem desde criança. E foi em meio ao relevo montanhoso e as trilhas de Veranópolis, que a Mine se apaixonou também pelo Trail Run/Corrida de Montanha.

Tanta paixão ao esporte aliados a tantos treinos já lhe renderam participações em diversas provas de Mountain Bike, Corrida de Aventura, corrida…nas quais obteve excelentes resultados. “Meu técnico diz que sou coringa. Estamos aí para qualquer aventura.”, brinca Jasmine.

Colunista Trekking RS

As adversidades enfrentadas ao pedalar/correr por muitos quilômetros por lamas e trilhas, ao atravessar rios e entrar na mata podem não ser muito bem vistas por algumas pessoas. Mine tenta transpor essa visão: “Toda pessoa que monta em uma bike pela primeira vez ou começa a correr não larga nunca mais. É realmente prazeroso, porque o obstáculo passa a não ser apenas o ambiente, mas você mesma.”, afirma.

Jasmine Benato fala sobre o Desafio Hardcross

Jasmine Benato fala sobre o Desafio Hardcross 2017

O Desafio Hardcross 2017 foi de fato um sucesso, tanto para os quase 300 competidores que estavam presentes no evento, realizado no dia 26 de Maio de 2017 em Nova Pádua/RS.

A largada foi dada as 09:00 horas da manhã na praça central de Nova Pádua, os participantes estavam divididos em quatro categorias, sendo: Categoria Extreme com 18 km e 23 obstáculos; Categoria Adventure com 14 km e 17 obstáculos; Categoria Tean com 14 km e 17 obstáculos; Categoria Light com 6,5 km e 12 obstáculos.

Conversamos com a Jasmine Benato, uma das finalistas da Categoria Extreme Feminina, ela representou muito bem a sua cidade, Veranópolis/RS.

Jasmine Benato fala sobre o Desafio Hardcross

Jasmine Benato nos enviou um breve relato sobre seu ponto de vista do Desafio HardCross – 2017, confira:

A prova foi estilo “exercícios militares” onde tivemos a oportunidade de testar nossas habilidades, condicionamento físico e principalmente nos divertir. Isso porque ela contou com paradas onde precisávamos rastejar sob arame farpado, escalar, cruzar açudes nadando, corrida com sacos, cruzar barreiras d’água com a ajuda de cordas…entre outros obstáculos.

O objetivo foi: promover a superação individual diante dos desafios propostos seja na água, na grama, na trilha ou no barro. Desafio e superação foram as palavras de ordem!

O fôlego e a energia tinham que estar a mil, pois caso não conseguíssemos ultrapassar alguma das barreiras encontradas no meio do percurso, sofreríamos com penalidades, que podiam ser de acréscimo de tempo e abdominais ou obrigação de tentar passar pelo obstáculo novamente.

Mesmo passando por uma semana complicada (saúde) conclui a prova conquistando o 3º Lugar na Categoria Extreme Feminina. Agradeço aos meus apoiadores: CURTLO BR, Patos do Sul, Academia Performance Fitness e Casa Natural Serra por toda a confiança e apoio em mais essa prova.

Desafio HardCross foi sensacional, parabéns à todos os envolvidos! Trilhas, obstáculos, pontos de apoio…baita prova! No aguardo das próximas!

Jasmine Benato fala sobre o Desafio Hardcross

Jasmine Benato fala sobre o Desafio Hardcross

Resultado da prova por categoria:

Categoria ligtht

Categoria Adventure – Tean

Categoria Extreme

Para ver todas as fotos desse evento, acesse o link: Flickr