Dianne Schaldach Trail Runner

Apaixonada pela vida, trilheira, Ultramaratonista de rua e Trail. Curiosa. Em busca de novos desafios.

Nascida e criada no interior de Blumenau/SC, na Vila Itoupava, onde desde criança já gostava de aventuras…

Sempre moleca, corria pra cima e pra baixo, gostava de entrar no rio perto da casa da minha mãe, de subir em árvores, muros e em tudo mais que conseguisse… hehe…

Esportes que já pratiquei:

Já pratiquei basquete, handebol e atletismo na época do colégio e depois até futsal feminino com as meninas do trabalho. Mas o que sempre gostei mesmo foi de trilha no mato, na praia, não importava qual tipo fosse.

Em 2006 conheci um cânion pela primeira vez, um não, já foram logo três! Foi amor à primeira vista! Itaimbezinho, Fortaleza e Malacara.

No ano seguinte conheci Urubici/SC e nem sei mais quantas vezes já voltei de tanto que me apaixonei por essa cidade. Tenho muitas histórias de lá pra contar!

A corrida entrou bem mais tarde na minha vida, mas acabou virando uma grande paixão.

Comecei em 2008 com uma corrida de 5km sem treino algum, cheguei no inesquecível penúltimo lugar… rsrs… E dali em diante comecei a treinar!

Mas, nunca deixando as trilhas e outras aventuras de lado, além disso pratiquei parapente, balão, rafting, tirolesa, pêndulo, rapel, arvorismo e outros.

E quando me perguntam “mas você não pára?”, eu digo “parar? por que, se estamos vivos?!?!!” Parar é morrer! Ainda tenho um mundo inteiro para desbravar, tudo pra aprender e compartilhar.

Em 2013 fiz minha primeira corrida Trail e me apaixonei mais uma vez! kkk

Continuo fazendo algumas corridas de asfalto também, mas gosto mesmo das trilhas.

Em 2017 fiz meu primeiro trekking longo. Foram 3 dias percorrendo os Cânions Boa Vista, Realengo e Amola Faca. Foi simplesmente extraordinário. Conheci pessoas espetaculares, vários se tornaram grandes amigos com os quais já tive o privilégio de fazer outros trekkings.

Depois fizemos a travessia dos Cânions Funil – Laranjeiras, e também o trekking na Serra da Rocinha e Serra Velha.

Trail

Foi em 2017 que também fiz minha primeira Maratona e minha primeira UltraMaratona de pista e de trilha (UltraTrail).

Trail

Sabe o ditado…”A primeira maratona agente nunca esquece…”. Decidi escolher o lugar que mais queria conhecer (Noruega) e com a magia de algo que tinha ouvido falar um dia, e que me instigava o fenômeno (sol da meia noite). E foi assim que me inscrevi na Maratona do Sol da Meia Noite – 42 quilômetros inesquecíveis, em Tromso, na Noruega.

Trail

E quem corre sabe que nós, corredores, sempre queremos mais! Na volta, já planejava a próxima corrida. Queria me tornar UltraMaratonista. E foi assim que me inscrevi na corrida 24 horas de Lensahn, na Alemanha. Muito treino, lesão, mas não desisti! Corri com dor, mas feliz demais!

Em setembro deste mesmo ano, tive o privilégio de conhecer a Serra da Gurita e da Canastra, em Minas Gerais – Brasil. Foi outra travessia espetacular!

Em novembro, participei do Desafio Ultra Trail Celebration em Blumenau – SC – prova de 75km, divididos em 25km noturnos e 50km diurnos. Essa corrida extraordinária merece um capítulo só dela! Em breve!

E nesse reveillon pude realizar o sonho de fazer o Monte Roraima, experiência sem igual que vou compartilhar com vocês nos próximos dias.

Muito obrigada!