Trilha do Rio do Boi, localizada em um dos cânions mais belos do mundo!

A trilha do Rio do Boi como é chamada é realizada por dentro do rio e às suas margens, com os paredões imponentes do Cânion Itaimbezinho dando os contornos dessa obra de arte da natureza. Você sente a grandeza da mãe natureza a cada instante!

Trilha Rio do Boi

Famosa pela sua paisagem incrível, a trilha do Rio do Boi é muito mais do que se possa imaginar…

Localização

A aventura tem início na cidade de Praia Grande – Santa Catarina, divisa com o estado do Rio Grande do Sul.

Todo caminho percorrido fica dentro do Parque Nacional Aparados da Serra.

São aproximadamente 7km (14 km ida e volta), sendo parte pela mata e parte pelo leito do rio.

Aqui segue uma imagem de satélite da rota do dia que fiz a trilha. Legal para ter uma ideia do trecho percorrido por dentro do cânion. É possível ver bem o desenho do cânion e do rio.

Mapa Rio do Boi
Imagem de satélite gerada do GPS que usei no dia – trilha de ida

E, na imagem seguinte, gerada pelo aplicativo do GPS que utilizo (SUUNTO), é possível ver o relevo, curvas de nível, a rota da estrada até o centro de Praia Grande, etc.

Suunto rio do boi
Imagem do aplicativo do GPS – trilha de volta

Para fazer a trilha do Rio do Boi é obrigatório o acompanhamento de um guia credenciado. Os guias da região tem muito conhecimento e além de guiar o grupo dão uma verdadeira aula sobre os cânions e sobre a fauna e flora locais. Além de serem super atenciosos!

Trilha Rio do Boi
Durante as travessias feitas no decorrer da trilha, todo grupo segue de mãos dadas para ter mais firmeza na correnteza do rio

Durante a trilha são necessárias várias travessias do rio para seguir de uma margem à outra. No geral, a água fica na altura do joelho. Mas, se mais alguém aí é como eu, que não pode ver um rio ou cachoeira que já sai se jogando, vá preparado pra se molhar! Há algumas cachoeiras da água que corre da parte alta do cânion e é possível parar para curtir banhos incríveis!

Cascata Rio do Boi
Pausa para curtir uma das cachoeiras da trilha. Costumo chamar de Fonte da Juventude!
E olha o presente da Mãe Natureza: um arco-íris lindo emoldurando a paisagem!

O que levar na trilha?

  • Para uso pessoal o ideal é roupa e calçado confortável. Uma bota de caminhada é uma boa pedida, além de roupa de banho (legal já ir com ela por baixo pra usar nas paradas pra banho nas cachoeiras).
Cachoeira Rio do Boi
Mais uma “fonte da juventude” pelo caminho
  • Uma mochila pequena é suficiente. Levar toalha, filtro solar, repelente, máquina fotográfica (se tiver uma gopro vale a pena levar), lanche e água.
  • Leve somente o necessário para curtir o passeio sem muito peso. Deixe uma roupa seca e toalha no carro para a volta.
  • Para a entrada no parque é necessário também um documento de identificação.

Quando ir na Trilha do Rio do Boi?

A Trilha do Rio do Boi pode ser feita em qualquer época do ano, mas é durante o verão que ela é mais indicada, pois é quando é possível aproveitar mais os banhos nas cachoeiras e piscinas naturais.

Mas, é também nessa época que o rio tem mais volume de água. A confirmação para fazer a trilha acaba saindo só bem perto da data agendada, podendo ser cancelada se houver qualquer possibilidade de ameaça à segurança. Mas, não se preocupe, o que não falta são lugares lindos pra conhecer em toda região de Praia Grande e Cambará do Sul.

Se você é de longe, como eu, e não gosta de muvuca (como eu também, hehe), uma dica legal é fazer esse passeio no feriadão de carnaval, pra curtir não só a Trilha do Rio do Boi, como todas as belezas dos cânions da região. As trilhas das bordas dos cânions na parte alta são deslumbrantes!

3 Comments

  • Edmilson Rosa, the writer.,

    Parabéns querida colega. Texto altamente inspirativo. Viva a vida!

    • Dianne Schaldach,

      Obrigada meu querido colega de liga da justiça e de liga literária! Viva!

  • Raquel Mello,

    Que legal! Adorei seu artigo! E as fotos são lindas!!

  • O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Previous reading
    1ª Etapa do Circuito Trilhas & Montanhas 2020 – Maquiné!
    Next reading
    Review Luvas X Thermo Touch Solo