REVIEW – Mochila Arc’Teryx Kea 37 Men’s Tall

Quem não gosta de mochilas, que atire a primeira pedra, afinal ela é nossa principal companheira de aventuras. A mochila é quem nos acompanha a cada passo, portanto podemos afirmar que ela ocupa o topo da lista de itens essenciais ao trekker, sendo a responsável por uma série de fatores consideráveis na sua caminhada. No intuito de auxiliar aos que desejam adquirir um novo equipamento, quero deixar aqui minhas impressões sobre a Arc’Teryx Kea 37, minha nova parceira de aventuras, comprada para trekking e montanhismo.

Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

  • Peso: 1.550g
  • Preço: R$612,00
  • Capacidade: 37 litros
  • Cores disponíveis: Preto e Laranja
  • Tamanhos disponíveis: Short (Torsos de 40.5cm – 48cm), Regular (Torsos de 45.5cm – 53cm) e Tall (Torsos de 50.5cm – 58cm)
  • Materiais: Evon Foam, 840D Stretch Mesh, 420D Cordura HT Plain Weave, 6061 Aluminum Stays.

A marca dispensa maiores apresentações. A Kea foi desenvolvida aos olhos da Kata, uma das mais conceituadas para a prática de escalada em rocha, montanhismo e atividades intensas de trekking do tipo “overnight”. Impressiona pelo seu conforto, versatilidade e alta impermeabilidade, aliada à tecnologia empregada em sua construção.

Num primeiro momento, confesso que fiquei desapontado com o peso da mochila, pois esperava algo mais leve pela capacidade de 37 litros. A título comparativo, minha Axios 50 (também da Arc’Teryx) tem capacidade maior, porém pesa 300g a menos. A capacidade volumétrica da mesma me surpreendeu e foi o primeiro ponto positivo que notei em comparação à outras que havia visto. O corpo principal é grande e garante a organização dos principais itens para uma pernoite. A qualidade dos materiais também é um ponto perceptível e ganha destaque ao tecido em cordura que confere impermeabilidade ao conjunto, juntamente com as costuras reforçadas. As laterais da mochila trazem tiras de compressão próprias com dupla função: prender / estabilizar a carga e transportar bastões de caminhada ou outros itens. Para completar, fivelas em poliamida garantem um bom suporte à estrutura.Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

Nada de bolsos laterais, apenas os inferiores em mesh para o transporte de cantis. Achei uma boa sacada da marca, já que das duas que tive com bolsos laterais, nunca usei os mesmos. O compartimento principal é dividido verticalmente na parte interna, auxiliando na organização e separação dos itens por categoria. Não possui abertura por zíper inferior; outra boa ideia, pois os antigos ficaram sempre fechados.

A tampa comporta dois bolsos amplos, ambos com bom espaço para se guardar diversos itens. Zíperes impermeáveis são um ponto positivo, além da abertura para o sistema de hidratação que pode ser colocado no compartimento principal e preso por um engate rápido. Vale salientar que a tampa é fixa, portanto não pode ser destacada. Achei que ela poderia ser um pouco mais côncava, para “abraçar” melhor o corpo da mochila (percebi que a maioria das mochilas da Arc’Teryx tem esse pequeno defeito).

Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

A barrigueira, anatomicamente estruturada e com ajustes, é termo-moldável e se ajusta ao seu corpo conforme o uso; confortável é um termo fraco para descrever a sensação que a barrigueira oferece. Dois bolsos em mesh podem ser utilizados para transportar celular, câmera digital, um pequeno canivete, barrinhas de cereal, etc. As alças são bem estruturadas e revestidas com o mesmo material da barrigueira e costado, conferindo conforto e boa dissipação de suor. Possuem tira peitoral ajustável (comprimento e altura) e removível, tiras tensionadoras que estabilizam a carga e regulagem de posição. Possuem também pontos para fixação de objetos como GPS e mangueira do sistema de hidratação.

O costado merece uma nota à parte e é o ponto forte do equipamento. Construído em Evon Foam, ele se ajusta e acompanha o formato do seu corpo a cada passo, ficando sempre rente e colado em suas costas. Essa construção permite bom fluxo de ar entre a mochila e seu corpo, reduzindo consideravelmente a temperatura e a transpiração. O sistema de sustentação em alumínio 6061, consegue transferir boa parte do peso para a barrigueira, tornando a mochila muito mais confortável.

Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

Arc’Teryx Kea 37

Enfim, era exatamente o que procurava para o montanhismo e minhas andanças de poucos dias. Consegui reduzir o peso, tamanho e aumentar a qualidade de meus equipamentos; queria uma boa mochila para acompanhar essa evolução e encontrei na Kea 37 todas as características que buscava. Materiais empregados e construção de excelente qualidade aliam confiabilidade, leveza e conforto ao conjunto.

Link para o site do fabricante: Arc’Teryx Kea 37

Sem título

Texto e fotos: Edver Carraro
Site: Edver Carraro

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous reading
Viajantes fazem amizades além das fronteiras
Next reading
A Rampa Norte 29 em São Vendelino