Qual é o melhor calçado para suas aventuras?

Qual é o melhor calçado para suas aventuras?

Bota ou tênis de trilha?  Esta é uma questão importante e que você deve prestar muita atenção para ter uma viagem bem sucedida. Não se esqueça que os pés farão todo o trabalho duro da viagem.

Quando você começa a fazer trilhas junto a natureza, não precisa necessariamente estar com calçados apropriados, existem trilhas que são relativamente fáceis para se caminhar nelas, e pode ser com qualquer tipo de calçado, você é quem vai definir qual é o melhor para suas necessidades

Hoje em dia, existe no mercado, vários tipos de calçados destinados a qualquer tipo de aventura. Dos mais baratos até os mais caros, com valores que variam de 150 a 1000 reais, ou até mais que isso.

Esqueça os antigos coturnos, nem os militares gostam de usá-los. Procure por calçados que possuam tecnologias modernas, isso lhe garantirá melhor performance e conforto.

Tênis para caminhadas e trilhas

tenis_trilhas_caminhadas_corridas_trs

Para todos os tipos de atividades, os calçados mais utilizados são os tênis de trilhas. Aí, você deve se perguntar, qual é a diferença? A diferença entre um calçado normal e um específico para trilha, são os compostos usados na fabricação que geralmente são robustos, leves e com grande poder de absorção de impactos.

Geralmente são usados por aventureiros em corridas de aventuras, caminhadas leves e de curta duração.

Botas – Cano alto – Médio – Baixo, veja algumas diferenças:

botas_alto_medio_baixo_trs

Se formos analisar as botas, por exemplo, existem botas cano alto, médio ou baixo, más daí nos perguntamos, porque isso é tão importante? A diferença no tamanho do cano ajuda a manter sua pisada estável, garantido melhor segurança e evitando torções no tornozelo. Quando se está portando uma mochila cargueira pesando entre 15 a 20 kg, fazendo uma travessia grande, o melhor é usar botas de cano alto ou médio, isso dará mais segurança à cada pisada.

Alguns aventureiros escolhem botas cano alto para usar em lugares alagados, pois a altura do cano influencia bastante na questão da impermeabilidade, em contra partida, se você estiver usando meias finas juntamente com uma bota cano alto, é possível que surjam “bolhas e machucados” entre a parte do tornozelo e a canela, dependendo da trilha ou travessia, isso pode ser um grande incomodo. Outro detalhe das botas de cano alto, é que são mais rígidas, ela mantem seu tornozelo quase que totalmente parado, isso é ponto positivo, mas também impede a movimentação em lugares acidentados durante as trilhas.

As botas de cano médio, geralmente são as mais usadas pela maioria dos aventureiros, pois são mais confortáveis que uma bota de cano baixo e mais práticas que as de cano alto, geralmente possuem medidas de 15 a 20 centímetros de altura do cano. São fáceis de encontrar no mercado.

As de baixo cano, são muito semelhantes a um tênis comum, o que difere, são os materiais empregados, que por sua vez são mais robustos, geralmente são usadas em trilhas leves de até um dia, com  o mínimo desnível, não portando mochilas cargueiras.

Não existe regras que dizem qual bota é melhor ou pior, tudo vai se resumir ao quanto de conforto você quer em suas aventuras.

Também existem botas feitas de materiais sintéticos e outras de couros, antigamente todos os aventureiros normalmente optavam por usar botas de couro, por serem mais robustas, porém hoje em dia, são mais procuradas as botas de tecido, por possuírem mais flexibilidade de movimento do que o couro. O principal problema das botas de couro, é que conforme for seu uso, elas podem rasgar em determinados lugares. Já as de tecidos por serem maleáveis são mais duradouras.

Botas impermeáveis/respiráveis:

As botas impermeáveis e respiráveis, possuem tecnologias que impedem a entrada de água, mantendo os pés secos. São respiráveis por possuírem membranas que tiram o suor de seus pés, uma vez que não basta, ao calçado, apenas  ser impermeável, pois se o suor não sair dos seus pés, ainda você estará com os pés molhados.

A mágica do tecido respirável está no tamanho das moléculas de vapor do suor e das moléculas de água. O tecido é composto por vários pequenos poros que são menores do que a molécula de água (assim eles impedem sua entrada), porém os poros são grandes para as moléculas de vapor, que conseguem atravessar sem problemas o tecido em direção ao exterior e gerar assim um efeito de regulação térmica para o corpo. Fonte: TrekkingBrasil

Botas duplas

São aquelas botas rígidas e robustas utilizadas em alta montanha. Um bota dupla precisa ser impermeável e isolar os pés do frio, ao mesmo tempo em que ela tem que respirar para que o suor não encharque os mesmos. Existem três tipos de botas duplas:

Botas semi-rígidas: São botas mais leves e desenhadas para altitudes alpinas. Sua vantagem, além do peso, é que elas podem ser usadas também na aproximação.

SALOMON 1imdb_thumbnail.aspx

Botas Rígidas: São botas bastante robustas e seguras para os Andes. Contudo, são um grande problema para serem carregadas na aproximação, porém é um mal necessário.

bota-dupla-asolo-afs-8000-para-alta-montanha-14008-MLB2574320542_042012-O

Botas “Overboot”: São as botas polainas, muito boas, porém enormes e pesadas. Desenhadas para escaladas no Himalaia ou em locais muito frios, como no Alaska.

20110429004437

Os valores dos produtos são relativos

Os calçados, que por sua vez são mais baratos, na grande maioria das vezes não apresentam algumas tecnologias importantes. Não que isso os torne um calçado ruim, quando comecei a fazer aventuras por aí, não tinha nenhum equipamento técnico para faze-las ou coisas do tipo, conforme foi passando o tempo, aprendi sobre as tecnologias empregadas nos calçados, e assim para melhorar meu conforto nas caminhadas de pequena e grande duração, comecei a investir mais na área de equipamentos técnicos (com tecnologia). A tecnologia empregada no calçado é que determina o valor, assim quanto melhor a tecnologia, maior será o preço.

Quando você for comprar um tênis ou uma bota para suas aventuras, preste atenção nas tecnologias empregadas nos calçados outddor, pois cada tipo de calçado têm uma aplicação diferente.

Qual é o calçado mais indicado para trekking?

Acreditamos que o calçado mais recomendável é uma bota de cano médio confortável, respirável e impermeável, com solados que unem vários tipos de compostos, isso quer dizer que você tem mais tração, e menos deslizes na trilha.

Texto: Luís H. Fritsch
Materiais e Conforto
Facilidade de uso
Peso
TrekkingRS:

Comentários

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *