Proibição na Ferrovia do Trigo – Rio Grande do Sul

Para muitas pessoas o trecho de ferrovia que liga as cidades de Guaporé e Muçum no interior do Rio Grande do Sul é apenas mais um trecho de aproximadamente 52 quilômetros de uma linha férrea qualquer, igual a todas as outras existentes no território brasileiro,  para outras pessoas esta ferrovia é conhecida como Ferrovia do Trigo/RS, nela podemos encontrar dezenas de túneis e viadutos férreos com mais de 100 metros de altura.

Esse local é muito conhecido pelos praticantes de trekking, onde semanalmente fazem o trecho entre essas duas cidades a pé, uns fazem para se desafiar, outros fazem algumas partes apenas para ter uma foto postada no Instagram, alguns usam a ferrovia com o intuito de adquirir lucro e outros apenas a amam.

Sabemos que uma pequena parte dessa travessia foi interrompida pela empresa Rumo, detentora da concessão ferroviária, impediram a visita pública no atual terceiro maior viaduto do mundo, conhecido como Viaduto 13, o gigante de 143 metros de altura, está sendo vigiado 24 horas por dia, sete dias por semana, impedindo qualquer pessoa de pisar sobre ele.

Aos aventureiros que queriam desafiar seus medos no V13 não é mais permitido, para aqueles que um dia sonharam em fazer a travessia completa, também não é mais possível.Ferrovia

Com a proibição do público no V13 confirmo uma ideia que já tinha há algum tempo atrás, que hoje compartilho com vocês.

“Precisamos explorar o mundo que nos cerca sem medo, se jogar no desconhecido que não compreendemos, desafiar nossos limites físicos e psicológicos e desbravar caminhos que ainda não são conhecidos. Para que um dia possamos olhar para trás e ver que conquistamos um mundo cheio de possibilidades, cheio de história e enigmas. ”

A Ferrovia do Trigo não é o primeiro lugar que foi retirado dos guias de turismo e não será o último, se você quer uma dica interessante:

Não espere aquela folga para conhecer o lugar que gosta, não espere juntar dinheiro para fazer aquela viagem dos sonhos, porque esse dia pode não chegar, o lugar poderá ser proibido antes que você pise nele.

Ferrovia

Como apaixonado pela ferrovia do trigo posso afirmar que há inúmeros lugares ainda pouco conhecidos na  Ferrovia do Trigo, estes vão além do que apenas pisar no trilho e dormentes, neste trecho podemos contemplar inúmeros outros atrativos como: cascatas, cachoeiras, cavernas, antigos dutos de água, vistas panorâmicas dos viadutos, túneis abandonados e muito mais, se você ficou interessado em todos estes locais não deixe de acompanhar nosso site, estamos preparando uma super postagem em homenagem a Ferrovia do Trigo/RS, Aguarde.

Deixe um comentário abaixo se gostou ou não do texto. Compartilhe com a gente os seus pontos de vista em relação a este tema.

TrekkingRS:

Comentários

Comentário(s)

2 Replies to “Proibição na Ferrovia do Trigo – Rio Grande do Sul”

  1. Boa tarde,

    sou novo em trekking, comecei a me interessar há bem pouco, e já tinha ouvido falar da Ferrovia do Trigo. Gostaria de saber se ela está totalmente interditada, ou se ainda é possível percorrer uma parte para conhecer as paisagens?

    desde já agradeço a atenção.

     
     
    Summary
    1. Olá Esmael, caminhar em qualquer ferrovia é proibido por lei, só que a maioria das pessoas não respeita isso, atualmente nas proximidades do V13 a vigilantes da empresa Rumo, que detêm a concessão ferrovia no local. Eles estão barrando a circulação de pessoas em cima desse viaduto, já em todos os outros trechos a principio não tem vigilância, mas saiba que qualquer circulação de pessoas não autorizadas na linha férrea é proibido.

       
       
      Summary

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *