Jumpers

Antes de mais nada, somos sonhadores, viajantes itinerantes deste imenso mundo, temos o mesmo anseio instintivo que se encontra pulsante dentro de você naqueles momentos em que considera “insano”.

Acreditamos que viemos ao mundo para poder desfrutar dele o que há de melhor e não apenas servir as invenções humanas tidas como culturalmente únicas para uma vida feliz. Cada pedacinho de cada continente, de cada viela, cada cicadela, cada lugar inabitável vamos utilizar para despertar em você o mesmo desejo que nos contagia: VIVER!.

Somos desbravadores do universo, somos saltadores de obstáculos, somos JUMPERS.

Jumpers

Hey pessoal, eu sou Cibele Caroline, sou sonhadora no Universo, faço parte dos 10% da população que tem coragem de ser inconsequente.
Amo estudar filosofia, história antiga e psicologia por conta própria, sou apaixonada por animais , principalmente felinos. A natureza me fascina. A água , nosso bem maior, transparente, me hipnotiza. O barulho de chuva me acalma. Gosto de ouvir música alta, dançar no meio da rua ou no cinema, ver filmes antigos e me sentir neles. Tempo nublado me anima, ler e cheiro de livros antigos são meus vícios. Museus, pinturas e surrealismo são minhas preferencias artísticas.
Já trabalhei em 2 lugares que tinham pessoas muito queridas convivendo e por este motivo me mantive por muito tempo e criei elos de amizade que mantenho até hoje.
Depois deste episódio, tive uma experiencia com 4 trampos, daqueles que você recebe bem pra caramba, com metas altíssimas, rodeado de mentiras e táticas para se dar bem sozinho e tirar uma bolada. Porém que muitas vezes se vê prejudicando seus parceiros de trabalho ou as pessoas que você mal conhece roubando seus tempos, sua atenção, seu conhecimento, para induzi-las a fazer parte de determinado serviço ou adquirir um bem que não precisam ou que certamente encontrariam muito mais em conta em outro lugar e que as atenderiam tão bem quanto os que você é obrigado a oferecer por lealdade a seu cargo (e hipocritamente, não a seus valores).
Devido a eu ter tido um curso que me ensinava técnicas persuasivas , tinha o mérito de ganhar muito bem apesar de nunca ter me sentido confortável com o tipo de vida que eu idealizava e desejava prestar pra mim e pra outras pessoas.
Diante deste dilema resolvi me aventurar e ir em busca de inovar, quitei minhas contas e fiz minha primeira viagem pra um lugar totalmente diferente da minha realidade, Peru, Cusco, Machu Picchu, aí fui eu…. Resumindo: a experiencia foi incrível, inexplicável e eu senti na pele o que eu realmente queria: ser uma intrusa dos paraísos que existem no mundo e despertar esta mesma curiosidade nas pessoas, mostrar pra elas o que realmente vale a pena desfrutar, enquanto se há tempo!
Depois desta experiência eu estava decidida, quitei minhas contas… e larguei o meu emprego. Arranjei mais 3 trabalhos em que a filosofia de instrução de funcionários não condiziam com os valores que desde minha viagem coloquei como princípio e desejava preservar… Resultado: me demiti seguidamente dos 3 empregos que tinha entrado consecutivamente, não tive medo de inclusive destacar meus motivos e ser verdadeira com as justificativas e incompatibilidades, desonestidades e abusos…
Eu estava decidida: queria VIVER e provocar este mesmo DESEJO DE VIVER nas pessoas, nem que eu tivesse que ser o instrumento que vivesse os erros e acertos disto para poder recomendar os caminhos.

Nunca vi ninguém sem determinação chegar em lugar nenhum…
E é isso que que nós da Trip Jumper queremos despertar em você!
Nós podemos.

Atualmente, trabalho em casa, eu e o Lu fazemos freelances e estamos iniciando nosso projeto de ser nômades digitais e incentivar comportamentos como estes!
Passamos perrengues como qualquer um que começa a ir atrás do seu sonho, e ouvimos muito as famosas frases: “isto é impossível”, “é só um sonho”, “tentem isto quando estiverem estabilizados”, “como vocês vão conseguir?!”

E só tenho a dizer:
“Impossível pra mim é querer apenas existir, num mundo cheio de encantos para se viver”.

A maioria das pessoas que ainda se teve a possibilidade de ouvir seus arrependimentos no leito de morte, destacam que: “queriam ter tido mais tempo, e queriam ter vivido mais”…

Resta dúvida? …

Desejo profundamente que você seja um Jumper e não arranje desculpas, salte por cada pensamento negativo que te impossibilitar de fazer algo e que ainda conte sua história pra gente. Vai ser maior orgulho saber que nossa existência está fazendo A DIFERENÇA.

Jumpers

Meu nome é Lucas Rafael Feijó, apaixonado pela vida, sonhador do mundo, viajante  insaciável, que busca conhecer o novo, vivenciar o diferente, em busca de novidades diárias. Sou Designer Gráfico por paixão, por profissão, amante da Fotografia e das Artes, busco nelas inspiração para meu dia-a-dia. Inquieto, não gosto de estar em um lugar só, fixo, sem movimentação, sem novos planos. Hoje sou designer freelancer, em busca de qualidade de vida, em busca de tempo para realizar meus sonhos, sempre com uma bela trilha sonora para acompanhar. Amanhã…amanhã posso ser o que eu desejar ser, sem regras, sem medo. Quem sabe posso estar em algum lugar do qual nunca pensei que estaria, amanhã, quem sabe…

Site: tripjumpers.com.br

Facebook: Jumpers

Relatos escritos: 

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous reading
Namore uma garota que viaja!
Next reading
Outdoor Equipamentos