Barraca de Trekking, como cuidar!

Nesta postagem irei explanar sobre os cuidados que você deve tomar antes, durante e no retorno do acampamento, alguns cuidados básicos para a sua barraca de trekking durar mais tempo.

Para ficar mais fácil o entendimento, cito abaixo uma lista com 10 itens essenciais para aumentar a vida útil da sua barraca.

1- Como acondicionar a barraca dentro da mochila cargueira

Todos nós sabemos que as barracas costumam vir bem empacotadas com todas as suas partes dentro de um saco que facilita o transporte. Sempre conferir se todas as partes da barraca (Footprint, estacas, varetas, quarto e sobreteto) estão na sacola antes de ir para uma aventura.

  • A dica é você organizar a barraca dentro da mochila de maneira muito mais inteligente, pensando sempre em evitar que suas partes se danifiquem, para isso sugiro organizar da seguinte forma: Coloque o footprint (piso extra), quarto e sobreteto dentro da sacola de transporte, as varetas e estacas (espeques acomode na parte externa da mochila. Caso você venha escorregar ou cair durante a trilha, como as partes estão separadas evitará que ocorra rasgos ou furos tanto no sobre teto, quanto nas áreas do dormitório.
Barraca de Trekking

2 – Proteja sempre o piso da sua barraca de trekking

O piso é uma das partes mais importantes de uma barraca, cuidar dessa parte garante 50% mais de vida útil, isso porque a grande maioria das pessoas monta em lugares indevidos como em solos pedregosos ou em matas fechadas, podem ocorrer rasgos ou furos no piso e vir a entrar água ou formigas, isso seria um grande problema em um acampamento.

  • Para evitar esses problemas algumas marcas desenvolveram os Footprint (piso extra), ele tem a principal função de impedir que você venha a furar o piso da sua barraca.
  • Caso a sua tenda não tenha o footprint, você pode improvisar usando uma lona embaixo da barraca, certifique-se que essa lona extra seja do tamanho do quarto da sua barraca, nunca coloque uma lona que seja maior, pois em dias de chuvas poderá formar poças nessa lona.
Barraca de Trekking
Crédito: Fui Acampar

3 – Evite montar a barraca com sol forte

O sol é um elemento da natureza que sempre está presente em nossas vidas, assim como nós temos que nos proteger e não ficar muito expostos aos raios do sol, a barraca também funciona assim.

Lembre-se que a barraca é construída para ser a sua segunda casa na montanha e durar inúmeros anos, em grande parte das barracas temos as costuras seladas eletronicamente, espalhadas por toda a barraca. Se a barraca vier a passar muito tempo sob o sol forte, poderá acontecer de derreter a cola que impermeabiliza as costuras e assim fazer com que venha descosturar-se em casos graves.

  • Sempre monte a barraca em fins de tarde e desmonte logo pela manhã, assim você evita que a barraca sofra algum dano pelo sol.
  • Caso você esteja em um travessia de trekking, onde você ficará em um acampamento base, a dica é você armar um pequeno toldo em cima da barraca, isso irá protegê-la muito mais, evitando que o sol agrida as costuras da sua tenda.
Barraca de Trekking

4 – Use os esticadores da sua barraca de trekking

Você já deve ter notado que em todos os modelos de barracas, quando adquiridas novas, vem com pequenos cordeletes, estes têm funções que interferem diretamente não só na barraca como um todo, mas sim nas varetas.

Usar esses cordeletes aumentam a vida útil da sua barraca consideravelmente, tem como função deixar a barraca mais estável em situações de ventos fortes ou climas desfavoráveis,  não usá-los pode comprometer a vida útil das varetas da barraca, fazendo com que a vareta em si absorva todos os impactos gerado pelo clima instável.

Sempre que for montar a sua barraca de trekking, certifique-se de prender todos os pontos, inclusive os cordeletes, pois em algumas situações você está no acampamento e o tempo está bom, ao você dormir o tempo muda e começa piorar, aí você terá que levantar e ajeitar tudo novamente para que a barraca não rasgue com a ventania.

Barraca de Trekking


5 – Não deixe restos de comida nos avanços da barraca

Em alguns picos e montanhas do Brasil, existem animais selvagens que circulam durante a noite, e não estou falando de animais de grande porte, mas sim de ratos e formigas. Em uma das principais travessias de trekking do Brasil, conhecida como Serra Fina, há inúmeros ratos que a noite atacam as barracas dos aventureiros em busca de alimentos, fazendo muitas vezes furos ou rasgos nos tecidos da barraca.

  • Para evitar que isso aconteça, sugiro sempre limpar os equipamentos de cozinha e guardar muito bem os restos de comida, não deixe perto da sua barraca durante a noite, os animais pequenos podem fazer grandes estragos em seus equipamentos.
Barraca de Trekking

6 – Usar estacas (espeques) adequados

Você deve estar se perguntando, oq os espeques tem a ver com a vida útil da barraca? Tem tudo a ver! Pois todas as barracas necessitam seu uso, quando acampamos em locais como grama e terra os espeques da nossa barraca são muito bons, caso você venha a acampar na areia ou neve por exemplo, você deverá ter estacas mais longas, isto é de 25 à 30 centímetros aproximadamente, isso dará maior firmeza para a sua barraca e evitará que o espeque desprenda do solo.

Geralmente o que mais acontece nas praias é você não usar o espeque adequado e no meio da noite o espeque se soltar e a lona do sobre teto ficar se debatendo contra o dormitório, isso poderá danificar muito o conjunto todo, fazendo sua barraca durar menos.

Barraca de Trekking

7- Use sabão adequado para lavar a sua barraca de trekking

Para aumentar ainda mais a vida útil da sua barraca, você precisa manter ela sempre limpa após voltar de uma trilha ou travessia de trekking, caso esteja muito suja é recomendado lavar usando sabão ou detergente neutro isto é, que não tenha glicerina em sua composição.

A Glicerina agride o tecido, retirando mais que apenas a sujeira, as vezes, nos piores dos casos pode acontecer de sair a própria selagem do material, fazendo com que não seja mais tão impermeável. Caso não encontre o sabão neutro, pode-se lavar usando água pura, procurar não esfregar o tecido com escovas ou derivados.

  • Sempre que você tiver que lavar a barraca, lembre-se de usar sabão neutro e deixar secar na sombra, nunca no sol para não acontecer o que foi citado no “item 3”.

8- Evite lavar a barraca muitas vezes

A sua barraca funciona como uma jaqueta de membrana impermeável, isso é, quanto mais você lavar, menos impermeável ela será. Quando digo “lavar” me refiro a você apenas limpar usando um pano úmido e depois deixar secar na sombra, evite lavar a sua barraca com a mangueira ou lava jato.

9- Não guarde a barraca molhada

Esse erro acontece frequentemente entre os aventureiros e praticantes de campismo inexperientes, nunca de-se guardar a barraca com seus tecidos molhados, pois ao passar inúmeros dias fechada em sua sacola de transporte, pode vir a mofar, furar e até mesmo rasgar o tecido.

10- Não deixe sua barraca secar montada

Quando você tiver que deixar a sua barraca secar em casa, a dica é desmontar e pendurar no varal, pois se ficar armada, poderá sobrecarregar as presilhas ou elásticos que são presos na vareta.

Barraca de Trekking

Curiosidades

  • Se usar todos os finais de semana, a barraca durará aproximadamente 1 ano;
  • Se vier a usar apenas uma vez por mês, a barraca durará aproximadamente 2 anos;
  • Se usar duas vezes por ano, a barraca durará aproximadamente 3 anos;
  • Se você não fizer uso da barraca, ela durará no máximo 4 anos.

Conheça a mais nova barraca de trekking da Naturehike, conhecida como Star River 2.

Barraca de Trekking

Depois destas inúmeras dicas sobre como aumentar a vida útil de uma barraca de trekking, esperamos que o texto tenha ajudado você e sanado algumas de suas dúvidas, caso ainda tenha alguma, deixe um comentário logo abaixo, se gostou do texto compartilhe com seus amigos.

Review – Bastões de Caminhada Actos da AZTEQ!

Os bastões de caminhada Actos se bem utilizados, podem ser equipamentos com grande utilidade no Trail Running. No entanto, muita gente tem preconceito e acham que são peças inúteis.

bastões de caminhada Actos
Bastões de caminhada Actos – Azteq/Créditos: Clic Run

Sou adepta ao uso dos bastões de caminhada Actos desde o início do ano passado, quando comprei um par da marca AZTEQ, na Loja Patos do Sul. No entanto eu mesma confesso que antes disso achava uma frescura a utilização dos mesmos, mas comecei a mudar de ideia depois de ter uma experiência na Maratona do Vinho e observar de perto diversos corredores utilizarem este simples, porém revolucionário equipamento.

Amigos corredores me questionam, sobre quais são as vantagens de utilizar os bastões, durante o trail running. São muitas eu diria, mas as principais consistem em:

  • Proporcionar melhor equilíbrio e rendimento durante a corrida;
  • Diminuir (e muito) o esforço nas subidas, transferindo parte dele para os seus ombros, costas e braços. Reduzindo consideravelmente o stress nos joelhos e outras articulações;
  • Verificar a estabilidade do terreno antes de prosseguir e também para averiguar a presença de cobras ou outros animais, dependendo do local onde esteja correndo;
  • Auxiliar na travessia de cursos d’água.

Mas, para isso é preciso saber como usar o bastão! Não adianta em nada ter o equipamento e não saber usá-lo. Vejo muitas vezes as pessoas apenas os conduzindo, sem se apoiar de fato neles. Desta forma, ao invés do bastão melhorar o rendimento, ele apenas gera mais cansaço.

A primeira coisa a se fazer é saber como regular o bastão à sua altura. Ao contrário como pensam alguns, bastões não tem tamanho P, M e G; eles têm tamanho universal e servem para pessoas de todas as estaturas. É necessário, no entanto saber regular ele quanto a sua altura.

Para isso, existem algumas regras:

Primeira – os bastões devem ser da altura do alto da palma da mão, quando o braço está ao lado do corpo, com o antebraço estendido à sua frente e o cotovelo sendo mantido a 90 graus.

Segunda – existe, ainda, uma forma matemática e mais precisa de definir a altura do bastão. Obtenha sua altura em centímetros (cm). Agora, coloque sua altura em centímetros na seguinte fórmula:

ALTURA EM CM x 0,68

Exemplo: 167 cm x 0,68 = 113,56 ou 114 cm, como normalmente as marcações dos bastões são de 5 em 5 cm, deve-se ajustar pra o 5 ou 0 mais próximo, neste caso, 115 cm. O resultado será em centímetros a altura ideal do seu bastão.

Bastões de caminhada Actos
Créditos: Anelise Leite / Clic Run

Se você tem os bastões, eles deverão servir como pontos de apoio como são suas pernas. Desta forma, você sempre tem mais locais para se apoiar e assim distribuir o peso do corpo. Para usá-los mais eficientemente como pontos de apoio, você deverá usar os bastões antecipando sua movimentação, ou seja, primeiramente mova os bastões e só depois suas pernas.

Agora que vocês já sabem os benefícios de usar os bastões e como usá-los corretamente, apresento os Bastões de caminhada Actos da AZTEQ.

Inovador, o ACTOS é para aqueles que precisam de um bastão de alta durabilidade e de fácil utilização paras as suas aventuras. Ele é leve (320 gramas) e resistente; produzido em duralumínio, com partes e peças em plástico ABS, ponteira em aço e empunhadura de TPR.

Bastões de caminhada Actos
Créditos: Jasmine Benato

Permite ajuste de altura, variando de 1,05 m até 1,35 m com ele montado, desmontado não passa dos 30 cm. Seu grande diferencial é o sistema com cabo de aço interno, que auxilia na rápida montagem.

Bastões de caminhada Actos
Créditos: Jasmine Benato

Formado por 4 estágios, com sistema de trava rápido e marcação em centímetros para regular a altura no quarto estágio. Além disso o modelo é acompanhado por uma pequena cinta de velcro que ajuda no armazenamento e alça para o punho.

Bastões de caminhada Actos
Créditos: Jasmine Benato

Para os novatos com bastões de caminhada Actos, vale lembrar que a fita de punho é mais importante do que a empunhadura em si. Se você segurar a empunhadura com força, o pulso ficará sobrecarregado “travando” os músculos do braço. Por isso, a força deve ser compensada entre o grip e a fita de punho.

Bastões de caminhada Actos
Créditos: Jasmine Benato

A melhor forma de segurar a fita de punho é encaixando-a no V da mão (por trás do polegar, passando pela costas e palma). É importante também, ajustar a altura da fita de forma a deixar as mãos na mesma direção (altura) da empunhadura.

Devemos ter o entendimento de que os bastões não vão nos tornar mais rápidos, mas sim, mais seguros e equilibrados, além de amenizar os impactos nas articulações e nos grupos musculares envolvidos diretamente na corrida.

Dica extra: apesar do bastão ser vendido de forma unitária, o ideal é o uso do par. Desta forma você fica ” 4 x 4″ e divide o peso de forma adequada.

Tudo sobre os bastões de caminhada

Existem vários estudos que demonstram que o esforço da caminhada usando bastões é mais repartido entre os diversos membros bem como pelo resto do corpo, sendo um fator importante na redução de cargas de força exercida sobre a coluna vertebral, nas costas e sobretudo nos joelhos. É sobretudo nas zonas de maior declive que a sua influência se faz sentir como fator de potencial equilíbrio do corpo e nos movimentos e da distribuição corporal do esforço. Em pisos mais irregulares ou com neve e gelo facilitam o equilíbrio e a progressão. Também contribuem para a manutenção de uma postura mais correta, contribuindo num ciclo respiratório mais intenso e ativação da circulação sanguínea.. Leia mais!

Barraca Naturehike Star River 2

Barraca Naturehike Star River 2

Hoje vamos apresentar as primeiras impressões sobre a barraca Star River 2 da marca chinesa Naturehike, a barraca é desenvolvida para atender diversos públicos do mundo outdoor como praticantes de montanhismo, escalada, trekking e cicloturismo.

Obtivemos a barraca Star River 2 através da loja parceira Patos do Sul, vale ressaltar que todos os produtos da Naturehike são importados oficialmente pela loja Alta Montanha diretamente da China.

Primeiras impressões

A barraca possuí um design diferente das conhecidas aqui no Brasil, por outro lado, são muito parecidas com as barracas das marcas MSR e Big Agnes fabricadas nos Estados Unidos.

A Star River 2 acomoda tranquilamente 2 pessoas mais duas mochilas cargueiras de tamanho médio em seu quarto, possui duas portas com formato em “U” e um avanço de aproximadamente 65 cm para cada lado. Em situações de emergência é possível dormir em até 3 pessoas dentro da barraca.

Barraca Naturehike Star River 2

A vareta é construída de maneira inteligente e interligadas em três partes, confeccionada em alumínio 7001, dessa maneira garante maior agilidade na hora de montar ou desmontar a barraca.

Barraca Naturehike Star River 2

Um detalhe interessante sobre esse modelo de barraca é que acompanha o Foot Print, este nada mais é que um segundo piso para a barraca, pode ser usado para proteger o chão da barraca em solo pedregoso.

Características conforme fabricante

  • Dimensões:
    • Externa: 2,15 x 2,61 metros
    • Interna (quarto): 1,31 x 1,10 x 2,15 metros
    • Pacote: 45 x 15 cm
    • Avanço: 65 cm
  • Varetas: Alumínio 7001
  • Sobreteto e quarto: Nylon 210T
  • Piso: Polyester oxford 150D
  • Capacidade Coluna D’água: 3000mm
  • Peso: 
    • Foot Print – 0.120 kg
    • Cordeletes e Varetas – 0.200 kg
    • Máximo (Barraca, Sobreteto, Varetas, Espeques, Cordeletes e FootPrint) – aprox. 2.373 kg
  • Capacidade: 2 pessoas
  • Valor aproximado: R$ 1.349,90

Acima você notou que a barraca Star River 2 não é uma das barracas mais leves do mercado nacional, pesando mais de 2kg não pode ser considerada ultralight, no entanto ela tem esse peso para poder aguentar mais em situações adversas como rajadas de vento ou grandes volumes de chuva.

Barraca Naturehike Star River 2

Como montar a barraca

A grande maioria das barracas vendidas nacionalmente são montadas por completas, sendo armadas com dormitório e sobre teto, no entanto a Star River 2 tem um diferencial importante, à duas maneiras para se montar a barraca, conforme for a necessidade do usuário.

O modelo conta com clipes e fivelas nos quatro lados da barraca, isso garante maior agilidade na hora de montar e desmontar.

Montagem 1

Caso a sua necessidade seja ter apenas um abrigo para chuvas ou uma tenda de verão, essa primeira maneira irá lhe encantar.

Barraca Naturehike Star River 2

Montagem 2

Nessa tipo de montagem você irá monta-lá por completa, isto é, usando o Footprint (piso extra) + Dormitório e Sobre-teto.

Barraca Naturehike Star River 2

Para facilitar ainda mais a montagem da barraca, a marca Naturehike preocupou-se de identificar a vareta com duas cores específicas, sendo azul para o lado onde fica a cabeça do usuário e cinza onde fica os pés.

Barraca Naturehike Star River 2
Barraca Naturehike Star River 2

Um dos pontos negativos que observamos durante a montagem, é o fato de o sobre teto não possuir local especifico para acomodar as pontas da vareta central isto é, as pontas da vareta ficam totalmente encostadas no sobre teto (quando montado somente com footprint e sobre teto). Notamos também que a Naturehike reforçou o local onde as pontas da vareta ficam apoiadas, sugerimos para que nos próximos modelos a marca repense melhor a construção dessa barraca.

Detalhes

Para facilitar a montagem do quarto, a Star River conta com presilhas de acrílico que prendem na vareta da barraca, tornando mais rápida e fácil a montagem/desmontagem, possui 3 porta objetos sendo um em cada lado e outro na parte superior. O quarto também conta com gancho para prender a lanterna, localizado no centro da barraca.

Possui zíperes duplos nas duas portas, isso facilita a abertura tanto internamente como externamente, Vale mencionar também que os zíperes possuem lapelas isto é, facilitam o manuseio com luvas.

A barraca conta com uma ampla janela, que possibilita a circulação do ar no interior do dormitório. Ainda estamos realizando testes para comprovar a circulação do ar dentro do quarto, aconselhamos a marca desenvolver para a próxima geração do modelo Star River 2 uma segunda janela de ar, pois acreditamos que em situações adversas de clima o modelo atual pode vir há condensar.

Em breve faremos a avaliação completa da barraca, explicando e mostrando todos os detalhes desse modelo, siga-nos no Youtube para acompanhar todas as novidades sobre equipamentos outdoor.

Se você gostou das nossas primeiras impressões da barraca Star River 2, deixe um comentário logo abaixo. Veja também outras avaliações da marca Naturehike clicando aqui.

Caso você tenha interesse em adquirir esse modelo de barraca, podemos lhe ajudar! A loja Patos do Sul é nossa parceira e sempre nos atendem muito bem, para você que é nosso leitor, tem descontos especiais na compra dessa barraca, entre em contato diretamente com a proprietária da loja, pelo conato (54) 99976-2073, falar com Helen.

Inauguração do espaço CURTLO BR na Loja Patos do Sul!

Quem acompanha meus textos aqui pelo site, sabe que na maioria deles cito a Patos do Sul e a CURTLO BR, como referências de lojas de artigos e vestuário para a prática de esportes outdoor.

Curtlo BR

A CURTLO BR atualmente é detentora de um portfólio de, aproximadamente, 230 itens, sem contar as variações de cores e tamanhos. São produtos que variam de bolsa de selim, até mochila cargueira, passando pelo desenvolvimento de peças técnicas de vestuário que privilegiam bikers, montanhistas e amantes das atividades ao ar livre. Se a CURTLO é hoje uma das principais marcas do mercado outdoor no Brasil, foi graças ao espírito empreendedor e a insistência de Fernando, aliado ao apoio e dedicação incondicional de Verônica, sua parceira nos negócios e na vida. Como o próprio fundador da CURTLO disse, nós não viemos para o mercado outdoor, nós sempre estivemos nele!

Acesse o site da marca e conheça seus inúmeros produtos.

Curtlo BR

A PATOS DO SUL, está no mercado à cerca de 9 anos e surgiu através de uma viagem que o casal Helen e Darci (in memoriam) fizeram para a Patagônia (seria um mês de viagem). Para economizar com ligações, o casal teve a ideia de criar um blog, na hora de escolher o nome, veio à tona uma brincadeira que faziam, quando entravam na Land Rover, na sexta à tardinha. O Darci pedia à Helen “Pra onde os patos vão voar?”, numa referência aos Duck Tales – Caçadores de Aventuras. Era uma brincadeira entre o casal, aí o blog virou Patos do Sul! 

Após algum tempo, já com a lojinha de aventura acabando de nascer, Helen e Darci foram num evento de Mountain Bike e levaram um gazebo e alguns produtos para vender. Como etiquetas, usaram uns cartões bem artesanais do blog.”Depois quando chegávamos a outros eventos, o pessoal dizia: ‘Os Patos do Sul estão ali!’ ou ‘Tem lojinha dos Patos do Sul!’ e, por uma inercia ou simpatia – pelo nome, acabou pegando!” relembra a proprietária Helen Hertzog.

Os primeiros produtos comercializados na loja Patos do Sul foram roupas de ciclismo e segundas pele da Curtlo.

No último sábado (dia 08) a Patos do Sul, inaugurou o espaço Curtlo em suas dependências. O ambiente conta com diversas peças de vestuário para ciclistas, corredores e aventureiros no geral; itens de lançamento como a calça-bermuda trail EC50+; além de dezenas de mochilas de hidratação, mochilas cargueiras e a clássica bolsa de selim – primeiro produto criado pela Curtlo à cerca de 25 anos atrás.

Curtlo BR
Créditos: Lucas Ferreira (Da esquerda para a direita: Helen Hertzog – Proprietária da Patos do Sul, Eu, Daycce Gonsalves, e equipe de vendas da Patos do Sul).

Vale lembrar que desde o início, Funcionalidade, Ergonomia e Durabilidade formam o tripé que move a marca. Sempre incentivando as pessoas a experimentarem algo diferente, utilizando um equipamento de qualidade.

O evento reuniu diversos aventureiros de Caxias do Sul e região, além do pessoal do Trekking RS e galera da Sol de Indiada – que presenteou os participantes com um belíssima caminhada (Trilha dos Dinossauros), no interior de Caxias do Sul.

Curtlo BR
Créditos: Elio Abe
Curtlo BR
Créditos: Luís Henrique Fritsch
Curtlo BR
Créditos: Luís Henrique Fritsch

Veja todas as fotos desse belíssimo evento acessando o álbum do Flickr.

Finalizando deixo o meu grande agradecimento à:

CURTLO BR por ter me dado a honra de representá-los aqui no Rio Grande do Sul, e por poder fazer parte do #TeamCurtlo ao lado de grandes atletas/amigos.

PATOS DO SUL por todo o apoio desde o tempo em que começei a competir nas corridas de aventura até os dias atuais. Darci e a querida Helen sempre me incentivaram a ser exatamente quem eu sou, fazer o que me faz feliz e não ter medo de sonhar.

“Nossa inspiração define aquilo que temos de mais nuclear. Ela emerge das crenças e dos propósitos essenciais, que norteiam as tomadas de decisões e proporcionam uma atitude diferente em relação à vida! Nossa inspiração traduz nossa visão de mundo, define nosso jeito de ser e influência a forma como construímos e cultivamos nossos relacionamentos.” – CURTLO BR

Mochila Osprey Atmos 50L AG

Hoje vou apresentar a avaliação completa da mochila Osprey Atmos 50L AG, mostrando todos os seus detalhes, curiosidades, pontos positivos e negativos deste modelo.

Sobre a marca:

Fundada em 1974 por Mike Pfotenhauer, a Osprey produz mochilas para trekking, hiking, escalada, ciclismo, corrida de montanha, ski, snowboard, viagem, urbana e infantis; além da ampla variedade de acessórios para as mesmas categorias esportivas. Com tecnologias avançadas em sua matéria prima e design, a Osprey é mundialmente conhecida como uma das marcas de produtos para aventura mais leve do mundo.

Detalhes da mochila Osprey Atmos 50L AG

Construída com materiais de primeira linha, a mochila conta com tecidos de alta densidade, na parte externa é composta por Nylon Dobby 100D e 630D, já em seu interior é usado o Nylon Packcloth 420HD. Esse conjunto de tecidos fazem a mochila ser robusta e leve ao mesmo tempo.

Visão geral:

Mochila Osprey
  1. Capuz (removível)com pontos de fixação
  2. Conexão do bastão de caminhada Stow-on-the-Go™
  3. Bolsos laterais de malha elástica de acesso duplo com duas posições
  4. Tiras duplas laterais superiores e inferiores de compactação
  5. Bolso de malha elástica frontal para guardar equipamentos
  6. Bolsos duplos com zíper na parte superior
  7. Saída para a mangueira de hidratação
  8. Tira do peitoral com apito de segurança integrado
  9. Dois bolsos com zíper na barrigueira

Medidas e especificações técnicas:

Mochila Osprey

Tecnologias empregadas:

A série de mochilas Osprey AG revolucionaram o mercado, redefinindo as expectativas sobre peso, ventilação e conforto, abaixo explicamos em detalhes.

Anti-Gravity:

  • Suspensão: tecnologia de tensão na estrutura periférica que transfere eficientemente o peso para a barrigueira;
  • Costado: malha suspensa que envolve os ombros, costas e quadris para um ajuste de costado totalmente integrado;
  • Alças: com suspensão e ajustáveis para transferência de carga e conforto. Malha incrivelmente acolchoada ExoForm™;
  • Barrigueira: malha suspensa que abraça o quadril transferindo e recebendo a carga com conforto. Fit-on-the-fly ajuste de barrigueira.

Flapjacket:

  • Tecido integrado para oferecer compressão e proteção no compartimento superior quando a tampa principal for removida.

Onde comprar: A mochila Osprey Atmos 50L AG pode ser encontrada em boa parte das lojas nacionais e internacionais, para você que acompanha nossas matérias e avaliações de equipamentos, pode usufruir de um desconto especial junto a loja parceira Patos do Sul em Caxias do Sul/RS.

O valor da mochila é de aproximadamente R$ 1.399,00 reais, mas esse valor pode mudar de acordo com a variação do dólar.

Avaliação completa:

A mochila Osprey Atmos 50 AG, tem inúmeras tecnologias interessantes e funcionais, que garantem uma boa experiência em trilhas leves e em trekkings intermediários.

Podemos citar aqui muitos pontos positivos sobre esse modelo, começando pelo costado + barrigueira que juntos maximizam o conforto do usuário, já usei a mochila com cerca de 20 kg de carga, o que é mais do que o fabricante sugere e mesmo com carga excessiva a mochila Osprey Atmos se mostrou altamente confortável e respirável.

Mochila Osprey
Carregada com aproximadamente 20 kg de carga.

Outro ponto positivo deste modelo é o suporte para o bastão de caminhada, pode-se acondicionar os bastões de maneira rápida e fácil, sem que tenha que tirar a mochila das costas.

Os ajustes de altura das alças e regulagem do tamanho da barrigueira dão aquele conforto a mais na hora de fazer trekkings intensos, dependendo da carga que se leva, é possível subir ou descer as alças e ajustar melhor o tamanho da barrigueira em volta do quadril (este recurso pouquíssimos fabricantes desenvolvem em seus produtos.

Mas como tudo não é só flores, tem pequenos detalhes que vale a pena mencionar aqui, começo falando do capuz que é retirável, mas este não vira mochila, isso pode ser ruim em determinadas aventuras, pois necessitamos usar duas mochilas às vezes.

Não recomendamos esse modelo de mochila para uso em trilhas acidentadas, pois a barrigueira é totalmente estável, isto é, ela se mantém rígida no quadril, sem nenhum molejo. Geralmente em locais com muitas pedras, onde tenhamos que transpassar obstáculos grandes, a barrigueira do modelo Atmos AG não oscila junto ao corpo, isso pode incomodar muito durante travessias técnicas.

Mochila Osprey
Travessia de Trekking em Santca Catarina/Brasil
Mochila Osprey
Travessia de Trekking entre Serras.
Mochila Osprey
Travessia nas bordas dos Cânions
Mochila Osprey
Travessia Cânion Espraiado/SC – Brasil

Um detalhe muito importante que a mochila não tem, é um lugar para acomodar o isolante térmico, as fitas de compressão existentes estão localizadas apenas nas laterais, dessa maneira fica bem complicado acomodar o isolante térmico com segurança.  Pesquisei sobre os modelos novos da marca Osprey e parece que os novos modelos foi acrescentada essas fitas na parte inferior frontal da mochila. Veja nas imagems a baixo:

Tirando estes pequenos detalhes a mochila é uma ótima companhia para fazer aventuras, ela é forte, robusta, leve e muito confortável. Recomendamos este produto!

Se você gostou da nossa avaliação deixe um comentário e compartilhe com seus amigos.

Bermuda ou Bretelle

Bermuda ou Bretelle?


Bermuda ou Bretelle? Em algum momento da sua vida de ciclista você fará esta pergunta! Independentemente do seu nível, amador, competitivo ou recreativo, esta questão será levantada. Ao discutir com seus amigos, várias opiniões surgirão.

Bermuda ou Bretelle
Bermuda 3D Compress TD Fem. 2018 – Créditos: CURTLO BR
Bermuda ou Bretelle
Bretelle 3D Compress Fem. 2018 – Créditos: CURTLO BR

Para produzir esta matéria contei com a ajuda da empresa CURTLO BR que me cedeu dois modelos dos melhores vestuários nacionais: Bermuda 3D Compress Fem. e Bretelle 3D Compress Fem. O objetivo desta ação foi ter disponível os dois tipos de vestimentas em questão, ambas com excelente qualidade, e testá-las nas mais exigentes condições para verificar os prós e contras de cada uma.

Atualmente, a CURTLO é detentora de um portfólio de,aproximadamente, 230 itens, sem contar as variações de cores e tamanhos. São produtos que variam de bolsa de selim, até mochila cargueira, passando pelo desenvolvimento de peças técnicas de vestuário que privilegiam amantes das atividades ao ar livre, montanhistas e bikers. Além de ser uma das principais marcas do mercado outdoor no Brasil.

Inicialmente é muito importante saber escolher o produto certo. Infelizmente é impossível ter bermudas ou bretelles de qualidade com preços baixos. Mas, pode confiar…estes itens são muito duráveis e o investimento em marcas de qualidade vale à pena.

As duas características principais que devem ser levadas em consideração na hora que escolher seu modelo são as tecnologias empregadas no tecido e no forro, e a modelagem da peça…sim, a modelagem! Ou você acha que um atleta do Brasil Rideou do Tour de France, usam qualquer lycra com forro?

O Bretelle 3D Compress da Curtlo BR, por exemplo, é produzido com tecido Compress®, construção que permite elasticidade de 360º para acompanhar os movimentos dos músculos. E possui costuras planas (flat) que evitam o incômodo no contato com a pele.

Bermuda ou Bretelle
Créditos: CURTLO BR

Eu testei este modelo justamente por esta característica e o que chamou a atenção foi em que momento algum fica tecido “sobrando”. O que acontece é que de acordo com os movimentos, as áreas onde há maior exigência da elasticidade (por exemplo, a região das costas numa posição race) compensam e esticam a parte frontal, que numa bermuda comum apresentaria dobras.

A textura e sistema de entrelaçamento das fibras que compõem o tecido garantem esta característica, além de uma perfeita compressão e passagem de ar. Tudo isso é proporcionado pela modelagem, que acompanha exatamente o formato do corpo do ciclista. Diferente de bermudas comuns que são retilíneas desconsiderando as curvas.

MULHERES! Este fator merece atenção especial…assim como não é possível utilizar um jeans masculino, também não é aconselhável vestir equipamentos que não sejam produzidos exclusivamente para nós. A Curtlo produz modelos específicos para o “body” feminino.

Além disso, os bretelles femininos possuem forro especial para nós e um sistema de “feiche” na parte traseira, o que facilita sua retirada mesmo com a camisa.

Bermuda Ou Bretelle
Créditos: CURTLO BR

A tecnologia mais importante na hora de escolher bermuda ou o bretelle é a empregada no forro. Afinal é ele que suportará toda a pressão que o corpo fará sobre o selim.

Um modelo adequado de forro deve, além de cobrir com folga todas as áreas de contato, possuir variações de densidades de acordo com as partes de maior atrito. Numa pedalada de 1 ou 1 hora e meia este fator pode passar despercebido. Mas experimente passar 3, 4 horas em cima da bike com uma bermuda “baratinha”! Você vai se arrepender.

Forros muito duros ou grossos sem variações de densidades podem interferir na vascularização, ou seja, na circulação sanguínea. Além de, em casos extremos, provocar dormência nos membros inferiores e região do quadril, a má circulação irá dificultar o transporte de oxigênio para as pernas afetando drasticamente no seu desempenho.

Fiz diversos treinos entre estradas e trilhas da região de Veranópolis na Serra Gaúcha e dei muita atenção para a forração do meu bretelle.

Este forro foi projetado para pedaladas de longa duração, tanto para ciclismo quanto MTB. Revestido em tecido poliamida que proporciona conforto, durabilidade e liberdade de movimento; além de ótima respirabilidade e gerenciamento da umidade. Sua construção ergonômica em tridensidade permite amortecimento nas áreas de maior pressão e conforto anatômico nas demais partes.

Bermuda ou Bretelle
Créditos: CURTLO BR

Por exemplo, na região das nádegas a espessura do forro é maior (região onde ficamos mais tempo em contato) e entre as pernas é menor (região onde há mais atrito devido ao movimento das pedaladas). Isto reduz a fadiga e dores na parte traseira e impede assaduras entre as pernas, fundamental para o desempenho em condições extremas.

Independente de usar bermuda ou bretelle, duas coisas irão maximizar ainda mais seus benefícios:não utilizar roupas de baixo para evitar atritos, e utilizar algum produto contra assaduras. Uso e recomendo os produtos da empresa Solifes!

Agora que detalhei as duas características mais importantes na escolha da bermuda e/ou bretelle, vou falar sobre as diferenças entre um e outro.

BERMUDAS:

As bermudas são sim mais baratas e é muito bom ter alguma disponível. Afinal nem todo pedal é treinamento ou competição! Você não precisa usar bretelle quando for dar um giro recreativo com amigos por exemplo. Por serem mais baratas, possuir algumas garante economias já que você não precisará utilizar bretelles (bem mais caros) em todos os treinos. Você poderá deixar para usar eles somente em treinos mais duros ou competições.

BRETELLES:

Quem usa um bretelle não quer usar outra coisa! Apesar de um pouco mais caros que as bermudas, as boas marcações tão duráveis que o investimento acaba compensando. O ajuste deles ao corpo e a sensação de conforto justificam.

As alças garantem que o equipamento ficará ajustado ao corpo e não se movimentará, ou seja, o forro ficará sempre no lugar certo.

Bermuda ou Bretelle
Crédito: Device Filmes

Além disso, vale lembrar que…

A construção helicoidal (formato de uma mola) do tecido envolve a perna do ciclista e garante uma compressão confortável,flexível e preventiva; pois o sangue flui mais rápido aumentando sua circulação. Atenuando assim, as dores musculares provenientes dos microtrauma se reduzindo a fadiga muscular durante e após o uso.

Realmente a resistência às fadigas melhora bastante. Testei esta tecnologia em diversos treinos, onde também percebi que a compressão e estabilização muscular proporcionada por ela mantem a energia por mais tempo.

Em provas e treinos longos, não é possível repor o protetor solar de 2 em 2 horas conforme orientação. Portanto escolher equipamentos com proteção UV é fundamental. Tecidos anti-bactericidas e repelentes de umidade inibem a formação de fungos e consequentes lesões.

Pensando nisso a Curtlo produz bermudas e bretelles que propiciam a troca térmica; e a textura interna do tecido favorece o microclima interno estável e a redução do efeito úmido colante em contato com a pele.

Portanto, qual usar?

Não há uma opinião formada sobre só este ou aquele. Eu mesma possuo diversas bermudas e bretelles. Quando busco máxima performance utilizo bretelles sem dúvida. Quando vou fazer uma pedalada mais recreativa, realizar um treinamento curto…utilizo as bermudas que são mais práticas.

Mantenho uma linha premium de bretelles da Curtlo que só utilizo em treinos longos e técnicos (e futuramente em competições). Bermudas possuo algumas do modelo 3D Compress mais avançadas e várias outras mais simples para “bater no dia a dia”.

A principal dica, portanto não é sobre usar bretelles ou bermudas, e sim saber escolher a marca e modelo que lhe proporcionará maior conforto e principalmente desempenho.

Lembrando que a bermuda ou o bretelle não são o único fator que deve ser avaliado para evitar as dores, que também podem estar relacionadas com altura, formato e posição do selim. Mas mesmo com o selim mais apropriado para seu corpo, uma bermuda ou bretelle ruim pode colocar tudo a perder.

Panela Naturehike

Apresento a vocês a Panela Naturehike Heat Retention, um produto destinado para praticantes de montanhismo, trekking, cicloturismo e camping.

Esse modelo de panela é um pouco diferente dos conhecidos e geralmente encontrados no Brasil, a panela Naturehike, possui todas as características de uma panela normal de acampamento, o seu maior diferencial é dada por conter um pequenas aletas (conhecida como radiador) na parte de baixo onde é apoiada no fogareiro.

Esse “radiador” nada mais é que um intensificador de calor, sua principal função é distribuir melhor o calor no fundo da panela e reduzir em 30% a quantidade de combustível durante seu uso (dados segundo o fabricante), ainda estamos realizando testes que comprovem esse eficiência.

Panela Naturehike
Panela Naturehike

As panelas com o sistema de “radiador” são mais indicadas para pessoas que usam fogareiros de boca pequena, isto é, fogareiros que são muito parecidos com maçaricos. Caso você use um fogareiro assim já teve ter notado que ao preparar seu almoço ou jantar, o calor gerado pelo queimador do fogareiro é sempre maior no centro da panela, isso pode fazer com que as vezes você queime alguns alimentos durante o preparo (usando panelas normais).

Características Panela Naturehike – Heat Retention

A panela Naturehike tem capacidade de 1.5 L, é ideal para cozinhar para até duas pessoas, no kit completo é composto por uma panela, duas tigelas/xícaras, uma espátula e uma esponja especial para limpa-lá após o uso.

Panela Naturehike
Panela Naturehike
Panela Naturehike
Panela Naturehike
  • Material: Liga de Alumínio
  • Peso: 314 gramas (panela)
  • Peso: 54 gramas (tigela e espátula)
  • Tamanho: 15 cm x 13 cm
  • Capacidade: 1,5 litros
  • Origem: China

Site do fabricante

Ainda não terminamos os testes com esse modelo de panela Naturehike, mas já podemos analisar alguns pontos prós e contras, veja abaixo:

Prós

  • A panela é leve e prática de usar;
  • O cabo de sustentação da panela é dobrável;
  • Fácil acomodação do recipiente de gás dentro da panela, junto com seus acessórios;
  • Boa capacidade expressa em litros para duas pessoas;
  • Radiador integrado, aumenta a geração de calor e a economia de combustível.

Contras

  • A tampa da panela não tem abertura para escoar a água;
  • Não possui nível de medida de água na panela;
  • Difícil limpeza da parte externa da panela;
  • Não possuí teflon dentro da panela
  • Preço elevado.

Caso você queira adquirir esse produto, ele está disponível para compra na maioria da lojas outddor espalhadas pelo brasil, temos uma parcerias com a loja Patos do Sul localizada na cidade de Caxias do Sul/RS, converse com a proprietária Helen, ela terá todo prazer de lhe atender.

Valor: R$ 199,00 – Este valor pode variar de acordo com a variação do Dólar.

Por você ser nosso leitor você tem descontos especiais na loja Patos do Sul, entre em contato e negocie, lembre-se que para adquirir o desconto você terá que dizer que é nosso leitor.

Veja também outras avaliações da marca Naturehike clicando aqui!

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

Se você é o tipo de pessoas que adora praticar aventuras na natureza, sem deixar o conforto de lado, então esse travesseiro Naturehike ultralight é para você.

Pesando cerca de 83 gramas e ultra compacto é um dos itens que não podem faltar dentro da sua mochila de aventura, para que possamos realmente aproveitar os dias na natureza, precisamos ter uma boa noite de sono.

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

O travesseio Ultralight Aeros é construído com 80% em poliéster e 20% de TPU (termoplástico de Poliuretano), medindo cerca de 42 x 49 x 11 cm aberto e 10 x 6 cm fechado, é um travesseiro extremamente leve e durável.

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

O travesseiro Ultralight Aeros Naturehike é facilmente inflado e desinflado graças a uma super válvula de dublo acionamento, isto quer dizer que, quando estiver inflando o travesseiro ele não esvaziará entre uma soprada e outra.

Como Funciona?

Abra a tampa da válvula e sopre o ar para dentro até que esteja totalmente inflado, caso queira maximizar o seu conforto, você só  precisa dar pequenos toques em um botão no meio da válvula para permitir a saída de ar, caso queira desinflar o travesseio aperte o botão por completo.

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

Avaliação completa

Já estamos usando esse modelo de travesseiro a cerca de 4 meses, em acampamentos, viagens de carro e ônibus e podemos dizer que é um item indispensável para usar em viagens, usar o travesseiro Ultralight Aeros é uma sensação tão boa que parece que estamos dormindo em casa.

O seu design anatômico possibilita maior conforto ao usuário, ao deitar no travesseiro dá para sentir um toque aveludado o que é muito bom, em dias frios esse revestimento ajuda a manter o corpo aquecido durante a noite.

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

Um detalhe interessante sobre o modelo é que, ao ser inflado o travesseiro pode ficar inúmeros dias sem esvaziar, a válvula tem funcionamento perfeito, sem deixar vazar ar pela válvula.

Outro ponto positivo sobre o travesseiro Aeros é a sua capacidade de compactação, quando colocado dentro do seu saco de armazenamento tende a ser menor que a palma de uma mão.

Aí você deve estar pensando! Com todas estas qualidades de materiais, peso e compactação o preço deve ser alto?

Este modelo de travesseiro foi adquirido em parceria com a loja Patos do Sul, na loja você encontra esse produto pelo valor de R$ 99,00 reais, este valor pode mudar de acordo com a variação do Dólar, lembrando que a marca Naturehike é chinesa e importada para o Brasil através da Alta Montanha.

Travesseiro Ultralight Aeros Naturehike

Em todas as nossas avaliações não achamos nenhum ponto negativo no travesseiro Ultralight Aeros Naturehike, ele de fato é um equipamento que proporciona muito conforto no camping e viagens, além de ser muito leve,prático e durável.

Bastão Trail Lite Naturehike

Hoje apresento a  avaliação completa dos bastões de caminhada Trail Lite da marca Chinesa Naturehike, estes são um dos mais leves e baratos vendidos nacionalmente.

O bastão Trail Lite pesa cerca de 255 gramas cada, é um excelente equipamento para iniciantes de atividades ao ar livre, pode ser usado para atividade como: hiking, trekking e trail running.

Construído com liga leve de alumínio 6061 e com ponteira de ferro, seu acabamento é em EVA para uma melhor absorção do suor gerado pelas suas mãos, possui ainda fita de punho ajustável.

Medindo 62 a 135 cm, o bastão Trail Lite possui fácil ajuste, para aumentar ou diminuir o tamanho do bastão é preciso abrir a alavanca, escolher a medida e depois fechar a alavanca, para um ajuste mais seguro, você terá que apertar um pouco mais o parafuso que se encontra atrás da alavanca, veja a imagem abaixo:

Especificações técnicas:

  • Material corpo: Liga leve de alumínio 6061
  • Material da alça: EVA
  • Material da ponteira: Aço
  • Comprimento: 62-135 cm
  • Peso: 255 g

Avaliação completa:

Já estamos usando esse modelo de bastão a cerca de 3 meses, percorremos trilhas em Santa Catarina, travessias de trekking de inúmeros dias e também usamos para fazer canioning (caminhada por dentro do leito do rio).

O bastão de caminhada Trail Lite Naturehike é sem dúvida o melhor custo benefício para iniciantes no mundo das aventuras, custa aproximadamente R$ 79,00 cada, é leve e muito fácil de usar.

Curtlo BR

Onde comprar: Loja Patos do Sul

Mas como nada na vida é perfeito, o equipamento também carece de aprimoramentos, dependendo da ótica de cada aventureiro e de como ele será utilizado.

Notamos que a liga de alumínio usada neste equipamento é de certa forma frágil, quando usado para travessias longas, onde o aventureiro tem que carregar uma mochila cargueira pesada, conforme for o uso do equipamento, ele pode entortar ou no pior dos casos quebrar.

O bastão de caminhada Trail Lite é telescópio e é composto por 3 partes e duas alavancas de travamento, a primeira parte é colada na primeira alavanca e as outras duas partes fazem o ajuste de altura desejado. Para entender melhor veja as imagens abaixo:

Em nossa última travessia de trekking por Santa Catarina, aconteceu algo um tanto inacreditável, estávamos passando por um grande atoleiro, ao usarmos o bastão como apoio durante a travessia desse obstáculo, algo se descolocou entre a primeira parte e a alavanca! Aconteceu que quando puxamos o bastão para dar o próximo passo a parte de cima do bastão de caminhada se soltou e o restante ficou no atoleiro. por algum momento pensei! “A deve ter sido um problema de fabricação”, aí meu amigo que estava junto, aconteceu a mesma coisa.

Tirando estes dois pequenos detalhes que nos aconteceu, os bastões Trail Lite Naturehike são uma ótima opção dentro do mercado brasileiro.

Você conhece os benefícios de usar bastões de caminhada?

O bastão de caminhada tem-se tornado um equipamento obrigatório para muitos desportistas que praticam longas caminhadas, sendo muito útil também para quem leva a mochila nas costas. Existem vários estudos que demonstram que o esforço da caminhada usando bastões é mais repartido entre os diversos membros bem como pelo resto do corpo, sendo um fator importante na redução de cargas de força exercida sobre a coluna vertebral, nas costas e sobretudo nos joelhos…Leia mais!