Azteq Mykra avaliação completa

A cerca de dois meses estamos avaliando a barraca Azteq Mykra, já acampamos em inúmeros lugares, onde pudemos avaliar com clareza todos os quesitos deste modelo, neste post falaremos das características, construção, materiais, mostraremos seus pontos positivos, negativos e a nossa real opinião sobre o modelo.

A Barraca Azteq Mykra chegou ao mercado nacional com o intuito de trazer mais uma opção para os aventureiros que aqui viajam, fazem aventuras de um fim de semana ou travessias de trekking.

A Azteq, marca esta que é comercializada aqui no Brasil pela empresa Nautika Lazer trouxe a barraca Mykra para suprir a grande demanda que tínhamos, pois no brasil não tínhamos até então uma barraca leve, compacta e auto-portante.

O sucesso das barracas da Azteq Nepal e MiniPack instigou a nossa vontade de avaliar a Mykra, desde a data de lançamento do modelo no Brasil, a empresa Guenoa Apetrechos para Aventuras nos forneceu a barraca para que pudéssemos avaliar com clareza e imparcialidade todos os quesitos deste modelo.

Azteq Mykra avaliação completa

Características da Barraca Mykra:

Construída de maneira minimalista é uma barraca de três estações para usos no brasil, com capacidade para 1/2 pessoas, sem muita bagagem.

A barraca possui tecidos leves, na parte do sobre-teto é fabricada com tecido de Poliamida Siliconado RIPSTOP 20D/380T PU e no piso o tecido é um pouco mais robusto Poliéster 75D/195T, os dois tornam a barraca totalmente impermeável, com cerca de 6.000 mm de coluna de água.

O sobre-teto da barraca é afixado ao quarto por meio de fivelas iguais aquelas que encontramos nas mochilas cargueiras.

O Quarto/mosquiteiro é bem arejado, o tecido ultra fino garante que nenhum intruso indesejado entre durante a noite, possui uma única porta e se mantem bem esticado quando a barraca está armada.

Além disso o modelo conta com Foot Print (lona extra de piso), este tem duas funções sendo: a primeira tem a função de proteger o piso da barraca contra eventuais objetos pontiagudos que possam furar a barraca, já a segunda função é a opção de armar a barraca sem o uso do quarto/mosquiteiro, transformando a barraca em uma espécie de barraca de campanha. Este modo de utilização pode ser muito útil em travessias de trekking ou exploração de novos lugares, usando-a desde modo é possível ter um abrigo totalmente seguro e estável contra chuvas e ventos podendo ser muito útil na hora de cozinhar seus alimentos em climas desfavoráveis.

Um ponto interessante de mencionar aqui é que o foot print para ser armado da maneira descrita acima, é necessário que contenha ilhós em suas extremidades, nesta barraca apenas contém elásticos para prender nas varetas, isso é um ponto desfavorável do modelo. Seria interessante que o importador Nautika Lazer fizesse um ajuste neste quesito, assim facilitaria muito a vida dos usuários. Vale mencionar ainda que o foot print montado desta maneira não fica esticado, quando montado junto com o quarto/mosquiteiro.

A barraca Azteq Mykra possui uma única vareta com dois “Y”, isso garante maior estabilidade, praticidade e leveza a todo conjunto, além disso é fabricada em duralumínio anodizado conectado com elásticos especiais.

Azteq Mykra avaliação completa

O avanço da barraca Mykra é um pouco pequeno, são menos de 50 cm de espaço, isto é, colocamos apenas alguns pequenos equipamentos, como: uma mochila de ataque com aproximadamente 30 litros, um conjunto de panelas e mais um par de botas.

Azteq Mykra avaliação completa

A barraca conta com as seguintes medidas quando está armada: 2,15m de comprimento, 1,00m x 1,25m de largura e 1,00m de altura, já ela fechada conta com as medidas de 15 x 40 cm. Podemos notar que há duas medidas na largura da barraca quando armada, isto é, vale ressaltar que se optar por isolantes infláveis os dois ocupantes terão que dormir em sentidos contrários, já usando os isolantes de EVA do tipo dobrável é possível dormir os dois ocupantes para o mesmo lado.

Conclusão:

Para validar os testes feitos e poder constatar a real eficacia do modelo em destaque, acampamos diversas vezes, a primeira delas acampei sozinho, no primeiro acampamento já pequei uma chuva leve mas contínua, montar a barraca sozinho requer atenção, pois tem que cuidar a posição da vareta em relação ao quarto, lembrando que possui largura diferente em seus lados, sozinho e com a chuva caindo a tarefa de montar foi um pouco complicada.

Neste dia estava um pouco frio e possuía uma grande umidade relativa do ar, aproximadamente 90%, eu sozinho na barraca com as abas de neve totalmente abaixadas a barraca condensou um pouco, quando acordei pela manhã notei que havia pequenas gotículas de água na parte interna do sobre-teto.

Azteq Mykra avaliação completa

Notei que o foot print não ficava totalmente esticado na parte externa, não fazia sentido ter essa tecnologia aplicada a este modelo, se não ficasse 100% firme.

O avanço da barraca é bem pequeno, e é impossível cozinhar nele se estiver chovendo, o risco de queimar a lona é considerável, na dúvida entre queimar a barraca ou não, resolvi correr para a barraca dos amigos. kkkk

No segundo acampamento resolvi que seria bom acampar com dois ocupantes, o local escolhido foi uma enorme caverna que ficava em fronte a uma bela cachoeira, o dia estava escaldante e o lugar escolhido havia poucas sombras em boa parte do dia, o solo era pedregoso, aqui a barraca Azteq Mykra se saiu bem, não usei o sobre-teto, pois não havia necessidade, o local era totalmente a prova de chuvas e ventos fortes.

Azteq Mykra avaliação completa

O terceiro acampamento foi a alguns dias atrás, uma travessia de trekking pelas bordas dos cânions com aproximadamente 80 km em 4 dias, era o momento perfeito para concluir a nossa avaliação. Acampamos com dois ocupantes o tempo todo, toda a manhã acordávamos antes do sol nascer, sempre com o olhar de avaliador sobre a barraca, notei que condensou todos os dias, não fez frio e nem choveu, levantando as abas de neve a barraca condensa um pouco menos, a janela de ventilação da barraca é um tanto pequena, mesmo o quarto sendo muito arejado ela ainda condensa com qualquer clima.

Azteq Mykra avaliação completa

Na última noite da travessia escolhemos acampar em cima de um morro próximo a borda do Cânion Boa Vista/RS – Brasil, ali era a chance de testar como a barraca se comportava em situações adversas, como rajadas de ventos.

Azteq Mykra avaliação completa

A noite foi realmente difícil de dormir, a barraca em si estava totalmente fixada ao solo, bem armada com seus dois esticadores, neste momento percebi que o sobre-teto se mexia encostando no quarto/mosquiteiro, as rajadas de ventos eram intensas, porem as varetas nem mexiam, notei também que em alguns lados da barraca o sobre-teto fica distante 10 cm ou menos do quarto/mosquiteiro, isso é muito desconfortável para os ocupantes, as abas de neve faziam muito barulho quando se chocavam com o sobre-teto, no local não haviam pedras para colocar em cima das abas.

Azteq Mykra avaliação completa

Todos os testes com a Barraca Azteq Mykra durante estes dois meses fizeram com que mudássemos nossa opinião em relação ao modelo e a marca, chegamos a conclusão que a barraca é muito cara pelo o que ela tem a oferecer, o valor atual é de R$ 849,00 reais, mas é possível encontrar por menos que isso, mesmo assim não recomendamos esta barraca para usar com dois ocupantes em travessias de trekking de inúmeros dias, pois não há onde acondicionar as mochilas cargueiras, cozinhar seus alimentos.

Veja outras imagens da barraca Azteq Mykra

Azteq Mykra avaliação completa

Azteq Mykra avaliação completa

Azteq Mykra avaliação completaAzteq Mykra avaliação completa

Se você gostou da nossa avaliação, concorda ou discorda do nosso texto, deixe um comentário logo abaixo:

Materiais e Conforto
Facilidade de uso
Peso
TrekkingRS:

Comentários

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *