Atacama – Carol & Dudu (Seguidores de Pachamama)

Nosso mochilão a San Pedro de Atacama iniciou por Santiago no Chile, pois foi a forma mais econômica que encontramos na época. Fomos de milhas aéreas até Santiago e lá pegamos um bus rumo a San Pedro. Planejamos ficar 4 dias pois este destino é caro para mochileiros, os dias foram suficientes pra conhecer muitas coisas e sem correria. San Pedro do Atacama é uma cidadezinha pequena que vive do turismo, pode ser percorrida toda a pé; possui bons restaurantes, pubs, lojas de artesanatos sofisticados e souvenirs.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Dicas gerais: Leve protetor solar, colírio, soro para o nariz, hidratante de corpo e labial para evitar desconforto, pois o clima é muitíssimo seco. Masque coca sempre que puder, pois é melhor evitar o mal da altitude a perder o passeio. Prove comidas locais, sorvete de coca, pepino fruta, cerveja artesanal. Tenha dinheiro trocado, pois todos os locais cobram entrada à parte dos pacotes contratados. Se for estudante, leve sempre sua carteirinha.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

 

A linha Tur Bus é o melhor custo beneficio, parte da estação central de Santiago e depois de 24 horas chega a San Pedro de Atacama. Os ônibus têm banheiro disponível durante a viagem, sistema de vídeo, e é oferecido um pão com presunto e queijo a noite e pela manhã. A estrada é muito bonita e vale ser contemplada. Você também pode chegar a San Pedro de Atacama iniciando por Calama e continuar a viagem indo de bus ou carro alugado.

Vários são os hostels onde vc pode ficar, todos com características peculiares e preço para todos os bolsos. Ficamos no LASKAR (próximo ao cemitério e com vista para o vulcão Lincancabur), o mais barato na época (US$18), quarto para 6 pessoas, 2 banheiros coletivos, cozinha com utensílios e internet.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal
Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Para comer em San Pedro é um pouquinho mais caro para mochileiros habituados a não gastar. Uma refeição sai em média por pessoa CLP$6.000 almoço (entrada, prato principal e sobremesa), comemos na rua da Northface em um restaurante mais escondidinho por CLP$4.500 prato do dia. O jantar sempre é mais caro, sendo em torno de CLP$15.000, cerca de R$ 80 reais por pessoa. Para quem gosta de cozinhar, é possível comprar comida nos mercados e na feira agrícola na frente do cemitério.

Para conhecer os locais mais bonitos você vai precisar se deslocar e dependendo do seu tempo disponível, fazê-lo a pé ou de bike fica impossível de ver tudo, assim considere contratar passeios com agências. São quatro os lugares mais fascinantes: Vale da Lua, Lagunas Altiplánicas, Geyser del Tatio, Laguna Cejar.

Você pode contratar conforme sua necessidade, um, dois, ou todos, e se pegar com a mesma agência, sempre tem um descontinho… Ficar pechinchando, neste caso é só perda de tempo, pois a diferença de valores é mínima, e como eu disse, o desconto bom se consegue pegando tudo junto. É possível alugar bike e pegar um mapinha dos locais com os guias (o único que aconselho ir de bike é o Vale da Lua). Nós fechamos com a Grado 10, pois eles sempre ofereciam refeição e horários diferenciados, em alguns passeios, ficam nos locais até o por do sol (algo que sempre buscamos nas nossas viagens). Fazem o transporte em um caminhão alto, e em certos trajetos, você pode ficar no teto. Os passeios são sempre realizados no início da manhã e no meio da tarde para evitar o sol mais forte.

Dia 1: Vale da Morte e Vale da Lua (O passeio contratado de forma individual é CLP$15.000), cerca de R$ 80 reais

É o local mais próximo da vila. Você vê as formações areníticas de cor vermelha e branca o que dá nome aos locais. Caminha por pequenos túneis formados pelo intemperismo. O Vale da Lua é o point para ver o por do Sol.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Dica: Alugue uma bike e faça você mesmo. Leve um vinho, suco, lanchinho; ache um canto vazio e desfrute do horizonte…

Dia 2: Lagunas Antiplanáticas e Salar de Atacama (O passeio contratado de forma individual é CLP$40.000), cerca de R$ 224 reais.

O local onde visitamos as lagunas é um parque com trilhas demarcadas e você deve respeitar e não pisar fora da marcação. As lagoas que você vê são interligadas de forma subterrânea, sendo resultado de seguidas erupções vulcânicas. Nosso passeio saiu bem cedo pela manhã, para tomar café no local (tri alto astral) assim, quando os outros grupos estavam chegando e enchendo o parque, nós já estávamos indo embora…

Atacama
Foto: Arquivo pessoal
Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Depois, fomos conhecer o Salar de Atacama, ótima oportunidade para entender a geografia e a biodiversidade do local, além de poder fotografar dezenas de flamingos.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal
Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Dica: As Lagunas Antiplanáticas estão há 4.160 metros acima do nível do mar. então se puder mascar uma folhinha de coca ou tomar um chazinho, faça… vale a pena se prevenir à ficar mal no ônibus e não poder curtir o passeio.

Na tarde do mesmo dia visitamos as lagoas: Laguna Cejar e Ojos Del Salar (O passeio contratado de forma individual é CLP$20.000), cerca de R$ 112 reais.

Sabe aquelas piscinas em que vc fica boiando e não afunda, tipo no Mar Morto… sim é neste passeio. A quantidade de sal na água é tremenda que você fica completamente branco ao sair… Este local é um parque particular aberto ao publico, assim, possui um local de banho para se limpar.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

No mesmo passeio, também visitamos duas lagoas de água doce no meio do deserto, lá o pessoal brinca de salto e aguarda o pôr do sol.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal
12
Foto: Arquivo pessoal

Dica: A piscina de sal maior esta se degradando, então respeite a orientação de não se banhar. Vamos preserva para continuar tendo o que visitar…

Dia 3: Geyser del Tatio (O passeio contratado de forma individual é CLP$ 35.000), cerca de R$ 196 reais.

Quer sentir a emoção de estar em um terreno com atividade vulcânica… este é o lugar certo. Os Geysers lembram desenho animado onde as pessoas eram arremessadas pela pressão de vapor. Neste local tem também piscinas termais que você pode aproveitar, é algo bem inusitado e não tão quente assim…

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Dica: Vá pela manhã bem cedo, pois é o pico de atividade dos Geysers. Se agasalhe, pois faz baixas temperaturas.

Dia 4: Salar de Tara

Este passeio faz um tour pelo deserto propriamente dito, passando por formações areníticas muito bonitas, lagoas de sal e paisagens pitorescas. Normalmente inclui café da manhã e almoço no deserto.

Atacama
Foto: Arquivo pessoal

Dica: Se você realmente tem tempo sobrando faça. O fato é que este passeio é pago separadamente, nem todas as agências realizam, e é mais caro se comparado aos outros (+ ou – CLP$40.000), cerca de R$ 224 reais. Quem não puder não fique triste, pois no fundo você está vendo deserto o tempo todo entre um passeio e outro.

Relato escrito por: Carlos Eduardo e Ana Carolina
Data do Relato: Fevereiro de 2014

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous reading
Saco de Dormir Trek Lite +3ºC – Deuter
Next reading
Tênis XA PRO 3D ULTRA 2 GTX – Salomon